A dona da 2K Sports, a Take-Two, pnão negou a possibilidade de adquirir a licença da FIFA quando foi questionada sobre o assunto, caso a rival EA Sports deixasse de renovar seu contrato de longa data (via VGC).

No mês passado, a Electronic Arts publicou um comunicado público alegando que estava revisando seu contrato de licenciamento com a FIFA e sugerindo que poderia cortar relações com a marca FIFA e renomear sua série, mantendo acordos separados para licenciamento de liga, jogador e estádio.

A FIFA, o órgão dirigente do futebol, respondeu mais tarde por meio de seu próprio comunicado, sugerindo que estava aberta a trabalhar com novas empresas de videogames.

Durante uma conferência de resultados financeiros, o CEO da Take-Two, Strauss Zelnick, foi questionado sobre a disputa EA-FIFA e se a 2K Sports estaria interessada em expandir sua produção de jogos de futebol, caso a licença fosse disponibilizada.

“Estamos muito entusiasmados por ter Nordeus na família Take-Two”, respondeu Zelnick. “Eles estão simplesmente esmagando com Top Eleven [jogo mobile] e é um título excelente e amado. Eu simplesmente não poderia estar mais feliz por estar no negócio de gerente de futebol através do Top Eleven com a equipe Nordeus”.

Ele acrescentou: “é um grande passo para frente para nós… não havíamos praticado esse esporte antes. E erm, acho que vou deixar por isso hoje”.