A Microsoft “honrará todos os acordos existentes [com a Sony Interactive Entertainment]” após sua proposta de aquisição da Activision Blizzard, bem como seu “desejo de manter Call of Duty no PlayStation”, disse o CEO da Microsoft Gaming, Phil Spencer, em um tweet.

“Tive boas ligações esta semana com líderes da Sony [Interactive Entertainment]”, disse Spencer. “Confirmei nossa intenção de honrar todos os acordos existentes após a aquisição da Activision Blizzard e nosso desejo de manter Call of Duty no PlayStation. A Sony é uma parte importante da nossa indústria e valorizamos nosso relacionamento”.

No início desta semana, a Microsoft anunciou sua intenção de adquirir a Activision Blizzard por US$ 68,7 bilhões. Espera-se que a transação seja concluída em algum momento do ano fiscal da Microsoft que termina em 30 de junho de 2023.