Com apenas 15 anos de idade, o talentoso jogador de futebol Kiyan Prince – parte do clube londrino Queens Park Rangers – foi assassinado fora de sua escola. Nesta semana, ele está sendo simbolicamente contratado como jogador pelo QPR e também aparecerá hoje (18 de maio) como jogador no FIFA 21.

Conforme relatado pela Reuters (via Kotaku), o Framestore (um estúdio de efeitos especiais) e cientistas da Universidade de Bradford trabalharam para imaginar como seria a aparência de Kiyan aos 30 anos, e então se uniram à EA Sports para importar seu rosto para o FIFA, onde ele aparecerá em seu clube de infância e usará o número “30” para refletir quantos anos ele teria se não tivesse sido tragicamente apunhalado no coração por um colega adolescente em 2006.

Uma organização fundada pelo pai do menino (o ex-campeão de boxe Dr. Mark Prince), a Fundação Kiyan Prince – que visa combater a violência juvenil no Reino Unido – também trabalhou para ver a imagem de Prince no FIFA aparecendo em todos os lugares, desde outdoors em Piccadilly Circus até campanhas publicitárias para uma loja de tênis, não apenas para homenagear Kiyan, mas também para ajudar a aumentar a conscientização sobre os objetivos da Fundação.

“A maioria desses caras, desta geração, que jogam FIFA, verão Kiyan e se isso mudar apenas uma de suas mentalidades, será um benefício”, disse a ex-estrela Les Ferdinand, que agora é Diretor de Futebol do QPR.

FIFA 21