Na semana passada, noticiamos que o Serviço de Segurança da Ucrânia (SBU) confiscou uma suposta fazenda de mineração de criptomoedas cheia de racks de PS4 por roubar eletricidade da rede elétrica do país (via Kotaku). Porém, na verdade, era uma fazenda de bots de FIFA.

As imagens mostravam racks de PS4 Slims (alguns afirmavam que as fotos mostravam PS4 Pros) – de qualquer forma, não era o hardware ideal para uma fazenda de criptomoedas. Acontece que os PS4 estavam sendo usados ​​para fazer ‘grind’ (jogando repetidamente) de FIFA Ultimate Team.

O jornal de negócios ucraniano Delo (via Eurogamer), querendo entender melhor a situação de que a fazenda seria para a mineração de criptomoedas, bem como o fato de que os discos do jogo podem ser vistos saindo de PS4s em uma das fotos, investigou melhor a situação. O que estamos vendo nas fotos é uma fazenda de bot que fazia grind no Ultimate Team, com o objetivo de vender contas carregadas com a moeda do jogo no mercado negro.

O Delo disse que o Serviço de Segurança da Ucrânia até agora se recusou a comentar a revelação, citando o sigilo da investigação. Mas a sugestão é que esses PS4, todos controlados por PCs rodando bots, estavam rodando o Ultimate Team de FIFA para lucrar.

Ultimate Team é o jogo perfeito para este tipo de operação, dada a sua estrutura. Você pode gastar dinheiro do mundo real em loot boxes na esperança de obter cartas de alto valor, mas as chances de conseguir um dos melhores jogadores são extremamente pequenas. Ou você pode jogar o game por meses a fio em uma aposta para economizar o suficiente da moeda para gastar na casa de leilões. Ou você pode simplesmente comprar moedas FUT no mercado negro.

PS4 Pro