AnálisesPS4

Análise – Taiko no Tatsujin: Drum Session!

Análise

NOME: Taiko no Tatsujin: Drum Session!
FABRICANTE: Bandai Namco
PLATAFORMA: ps4
GENERO: Ritmo
DISTRIBUIDORA: Bandai Namco


LANÇAMENTOS
02/11/2018 02/11/2018 26/10/2017


INFORMAÇÕES ADICIONAIS E SUPORTE
Resolução Máxima: 1080p
Nº de Jogadores: 1 - 2
Troféus (inclusive Platina)
Espaço Necessário: 3.98 GB
Dublagem PT-BR: Não
Legendas PT-BR: Sim


Com o retorno dos jogos de ritmo tradicionais japoneses no Ocidente, Taiko no Tatsujin: Drum Session, disponível para o PlayStation 4, marca o primeiro jogo da série a atravessar o oceano em mais de doze anos, quando foi lançado Taiko: Drum Master para o PlayStation 2.

Para aqueles que não conhecem, Taiko no Tatsujin: Drum Session é um dos jogos mais recentes de uma franquia que existe há quase vinte anos e que já foi lançado para inúmeras plataformas desde então, jogos que quase sempre ficaram no Japão.

A série Taiko no Tatsujin em geral é foca a sua jogabilidade num instrumento chamado “taiko”, que significa “tambor” em português. É um gênero de tambores tradicionais japoneses, desde tambores menores e compactos até tambores enormes que ficam apoiados em estandes.

Em Taiko no Tatsujin: Drum Session, usando o DualShock 4, cada nota na tela se refere à um movimento específico no tambor. Certos botões são usados para bater dentro do tambor, assim como outros botões são usados para bater na lateral do tambor, tudo seguindo uma linha com as notas que são visualizadas da direita para a esquerda na tela.

Uma das marcas registradas da série é colocar na tela vários personagens, animais e ícones bastante coloridos para quebrar a monotonia de ter apenas uma linha de notas no meio da tela e nada mais. Apesar de ser muito bonito de assistir, é algo que pode incomodar jogadores que não estão acostumados com jogos de ritmo, ou mesmo jogadores acostumados a jogos de ritmo mais sóbrios e direto ao ponto.

Outro ponto em relação à jogabilidade são os botões utilizados para cada nota. Apesar do jogo oferecer alguns esquemas de botões para servir de batucadas “dentro” do tambor e na lateral, seria muito melhor oferecer ao jogador total liberdade sobre qual botão poderia ser usado para cada nota. Nem todos os esquemas disponíveis são intuitivos dependendo de qual jogo de ritmo você está acostumado.

Com mais de setenta músicas no jogo base e outras mais de setenta músicas disponíveis para compra como DLC, Taiko no Tatsujin: Drum Session tem conteúdo suficiente para a maioria dos jogadores. O jogo conta com seleções de músicas clássicas, músicas de outros jogos (Tales of Berseria, Tekken, Ridge Racer), músicas de anime (One Piece, Attack on Titan), músicas de Vocaloid, músicas pop, e assim vai.

Além do modo tradicional, o jogo também tem um modo online, em que você joga contra “gravações” de outros jogadores pelo mundo, assim montando um sistema de ranking em que, quanto melhor você se sair comparado aos outros, mais você vai subindo e destravando bônus especiais.

Também é possível personalizar o seu avatar no jogo, seu próprio “mini taiko”. Completando os bingos ao se sair bem em cada música, você consegue uma moeda do jogo, que por sua vez é trocada por caixas misteriosas que vem com todos os tipos de itens para personalização de seu personagem. É divertido encontrar todos os tipos de combinações possíveis de outros jogadores no modo online.

Para um jogo de ritmo, basicamente não vai além de tudo isso. O modo tradicional é divertido, o modo online serve para desafiar o jogador que quer algo diferente do “fácil, normal, difícil e expert” das canções, a personalização do seu avatar é divertida e as faixas de DLC existem para oferecer uma longevidade ainda maior ao jogo.

Veredito

Taiko no Tatsujin: Drum Session é uma aposta da Bandai Namco, que após mais de doze anos, volta a trazer os jogos da série ao Ocidente, introduzindo a uma nova geração de jogadores uma franquia divertida, colorida e bastante tradicional.

Jogo analisado no PS4 padrão com código fornecido pela Bandai Namco.

80%