AnálisesPS4

Análise – Life is Strange 2 – Episode 2: Rules

Análise

NOME: Life is Strange 2 – Episode 2: Rules
FABRICANTE: DONTNOD Entertainment
PLATAFORMA: ps4
GENERO: Adventure
DISTRIBUIDORA: Square Enix


LANÇAMENTOS
24/01/2019 24/01/2019 Não disponivel


INFORMAÇÕES ADICIONAIS E SUPORTE
Resolução Máxima: 1080p
Nº de Jogadores: 1
Troféus (inclusive Platina)
DLC
Espaço necessário: 5,66 GB
Disponível Exclusivamente na PlayStation Store
Legendas em PT-BR: Sim
Dublagem em PT-BR: Não


ATENÇÃO: O TEXTO ABAIXO CONTÉM SPOILERS DO PRIMEIRO EPISÓDIO. SE VOCÊ NÃO JOGOU, RECOMENDO QUE LEIA APENAS O VEREDITO, ASSIM COMO A ANÁLISE DO PRIMEIRO EPISÓDIO.


Life is Strange 2 Episode 2

Life is Strange 2 começou de certa forma promissor. Vimos o elo dos dois irmãos crescer aos poucos (mesmo que no fim isso quase tenha ido água abaixo quando Daniel descobriu o destino de seu pai pela TV) e plantou a curiosidade para sabermos o que os dois fariam após terem sido deixados no motel por uma pessoa desconhecida, mas que acabou sendo confiável.

O segundo episódio começa pulando toda essa parte dos dois estarem no motel e vai direto para uma cabana abandonada que encontraram. Nela, os dois vivem à base de Ravioli e, enquanto isso, Sean ajuda Daniel a treinar os seus poderes. Ou seja, o gameplay continua sendo passivo – Daniel é quem tem os poderes e nós, controlando Sean, é que decidimos onde, quando e como ele deve usá-los. Isso, inclusive, é uma das bases principais do episódio, pois dependendo de como você fala as coisas para Daniel, ele acabará usando os poderes em determinados momentos (ou não).

O maior problema do segundo episódio é que seu primeiro arco é bastante previsível. Algo trágico acontece, mas era bastante óbvio que isso ia acontecer cedo ou tarde, o que, para mim, acabou não sendo impactante. Torcia para que existisse um desenvolvimento maior nessa parte e que daí eu tivesse uma ligação maior com a tragédia. Mas isso não ocorreu e algo que era para ser triste e impactante acabou sendo apenas mais um dos desafios que os dois irmãos precisam encarar.

Life is Strange 2 Episode 2

Por motivos que não direi, os dois acabam deixando essa cabana e seguem viagem. Sean decide ir à casa de seus avós maternos em busca de ajuda. Essa parte acaba sendo interessante, pois lida com uma avó extremamente religiosa e um avô com uma cabeça mais aberta, mas talvez aberta até demais, pois acredita em qualquer conspiração que lê na internet. Por serem os pais da mãe dos dois garotos, que ainda não sabemos nada, acaba sendo um episódio mais revelador nesse sentido. Você vai descobrir coisas sobre a mãe de Daniel e Sean e isso será a ponte para o terceiro episódio.

Durante a estada na casa dos avós, Daniel acaba fazendo amizade com Chris, o “Captain Spirit” que controlamos na demo-prólogo de Life is Strange 2. Há todo um arco que envolve Chris, seu pai, Daniel e Sean. Apesar de interessante, serei honesto e direi que esperava mais. Por criar tanta expectativa e nos dar tantos detalhes sobre Chris, achava que seria um personagem muito importante na trama. Porém, pelo menos até agora, Chris e seu pai são tão importantes quanto os avós dos dois irmãos. Ou seja, foi interessante jogar já sabendo quem eram aqueles dois, mas nada mais que isso.

Preciso ressaltar algo que me desapontou, porém. No fim do episódio, algo acontece com Chris e isso depende das decisões que você toma com Daniel, ou seja, quando e como você deve usar os seus poderes. Eu fui bastante claro nesse aspecto com as decisões que o jogo me oferece, escolhendo coisas como “apenas em último caso” e deixando ele usar em determinados casos. Poucas vezes (ou nenhuma, talvez?) o puni por ter usado quando “não devia”. No fim, Daniel não usou o seu poder e ME CULPOU por isso. Mas que diabos?! Realmente não entendi como o jogo interpretou isso.

Life is Strange 2 Episode 2

Da mesma forma que comentei na análise do primeiro episódio, jogamos agora apenas 2/5 do título e é difícil julgar sem saber o que nos aguarda. Mas o segundo episódio foi um pouco decepcionante. Saber mais sobre a mãe de Daniel e Sean foi interessante, o desenvolvimento do poder de Daniel foi válido, mas muita coisa que aconteceu no episódio foi muito previsível. Normalmente, costumo ser cego a “plot twists” (em roteiros que sejam interessantes, é claro), sendo que raramente digo “quer ver que isso vai acontecer?” e acerto. Mas o segundo episódio de Life is Strange 2 foi repleto disso. Espero me surpreender mais com o terceiro, o qual estou ansioso em conferir, dado o seu teaser.

Veredito

O segundo episódio de Life is Strange 2 continua a jornada dos dois irmãos e explora mais o poder de Daniel. A presença de Captain Spirit é interessante. Determinados acontecimentos, porém, não causaram o impacto que pretendiam por serem previsíveis. A consequência no final do episódio também não ficou muito clara considerando as minhas escolhas. É um episódio relativamente bom e fornece mais informações sobre a família dos dois irmãos, mas possui poucos momentos interessantes.

Episódio analisado no PS4 Pro com código fornecido pela Square Enix.

70%