A última edição da Weekly Famitsu trouxe uma entrevista com o diretor do Ryu Ga Gotoku Studio, Masayoshi Yokoyama, que discute as recentes reestruturações de sua equipe.

Essa mesma entrevista revelou a informação que postamos mais cedo de que o Ryu Ga Gotoku Studio trabalha em um projeto que não é Yakuza ou Judgment, mas há mais informações nela. Confira:

  • “É muito normal que uma empresa mude a estrutura de sua equipe. Estou muito feliz por estar em um ambiente onde é necessário fazer um grande anúncio de algo tão comum”;
  • “Nos últimos 10 anos, o Ryu Ga Gotoku Studio cresceu para 300 funcionários. [Toshihiro] Nagoshi, [Daisuke] Sato e eu somos os três primeiros há bastante tempo, mas é improvável que ocorram mudanças neste tipo de configuração sem abalar as coisas. Nesse sentido, acho que essa mudança estrutural é um sinal de mudança”;
  • “Yakuza 8 (título provisório) será uma sequência que se passa vários anos depois da história de Yakuza: Like a Dragon. Quando for lançado, será uma história de Ichiban Kasuga” (Ichiban Kasuga é o protagonista?) “Sim, bem, sim. Sim, isso mesmo”;
  • “A série Judgment também é muito importante para nós”;
  • “Vamos nos desafiar ativamente a criar novos títulos, não apenas para Judgment, conforme as circunstâncias permitirem”;
  • “Títulos não anunciados fora de ambas as séries [Yakuza e Judgment] também estão em desenvolvimento”.