Um tweet viral desta semana de um ex-desenvolvedor da Blizzard Entertainment que acusava a Sony de atualizar os Termos de Serviço da PlayStation em resposta às novas leis referentes a Hong Kong foi desmentido.

O analista sênior da Niko Partners, Daniel Ahmad, explicou que a parte dos termos que impede os usuários de discursos contra o Partido Comunista Chinês está nos termos de toda a Ásia para dispositivos PlayStation há vários anos. A lei que a Sony está cumprindo tem 17 anos e todas as empresas de jogos são obrigadas a cumpri-la caso desejem operar no país.

Seguem abaixo os posts de Ahmad que explicam em mais detalhes o assunto.