Como noticiado há alguns dias, a Sony adquiriu a Bungie por 3,6 bilhões de dólares. Desse valor, no entanto, 1,2 bilhão não é destinado exatamente à compra em si.

A empresa explicou durante seu relatório de ganhos que cerca de um terço de sua taxa de compra de US$ 3,6 bilhões será usado para “pagamentos diferidos aos acionistas funcionários, condicionados à continuidade do emprego e outros incentivos de retenção”. Em outras palavras, a Sony está gastando muito dinheiro para manter a equipe unida.

Isso apenas reforça o fato de que a Sony deseja o talento da Bungie para produzir seus jogos como serviço (ainda mais que temos vários previstos até 2026).