A Sony Interactive Entertainment anunciou hoje um acordo para adquirir a Bungie por US$ 3,6 bilhões, o mais recente de uma série de grandes acordos de consolidação na indústria de jogos.

Após o fechamento do acordo, a Bungie será “uma subsidiária independente” da SIE, administrada por um conselho composto pelo atual CEO e presidente Pete Parsons e o restante da atual equipe de gerenciamento do estúdio.

A Sony disse que a Bungie continuará sendo um estúdio multiplataforma, com a opção de “autopublicar e alcançar jogadores onde quer que eles escolham jogar”.

Atualmente, a Bungie está trabalhando na manutenção de Destiny 2, expandindo a franquia Destiny e trabalhando em uma nova IP.

Esta seria a segunda vez que a Bungie é comprada por uma empresa de console. A Microsoft (que comprou a Activision Blizzard recentemente) adquiriu o estúdio em junho de 2000, garantindo o shooter Halo como um título exclusivo para o lançamento do Xbox original em 2001. A Bungie deixou a Microsoft em 2007, se tornando independente até fechar um acordo com a Activision Blizzard para produzir Destiny. A independência veio mais uma vez mais tarde em 2019.