A Capcom anunciou oficialmente em seu site que suas redes sofreram um acesso não-autorizado (ou seja, foi hackeada).

Veja o comunicado na íntegra sobre o assunto:

Começando na madrugada de 2 de novembro de 2020, algumas das redes do Grupo Capcom tiveram problemas que afetaram o acesso a certos sistemas, incluindo e-mail e servidores de arquivos. A empresa confirmou que isso ocorreu devido a acessos não autorizados realizados por terceiros, e que interrompeu algumas operações de suas redes internas a partir de 2 de novembro. A Capcom lamenta profundamente qualquer inconveniente que isso possa causar aos seus diversos acionistas. Além disso, afirmou que, no momento, não há indicação de que qualquer informação de clientes foi violada. Este incidente não afetou as conexões para jogar os jogos da empresa online ou o acesso aos seus vários sites.

Atualmente, a Capcom está consultando a polícia, bem como outras autoridades relacionadas, enquanto realiza uma investigação e toma medidas para restaurar seus sistemas. A empresa continuará a oferecer atualizações relevantes à medida que os fatos forem ficando mais claros, por meio de seus sites e outros meios.