Em uma entrevista com o site VGC, Atsushi Inaba e Hideki Kamiya, da PlatinumGames, comentaram um pouco sobre o futuro da companhia.

Primeiramente, temos um comentário sobre a mudança de gênero de seus jogos.

Inaba: Acho que tanto Kamiya quanto eu diríamos que temos muitas ideias diferentes para coisas que queremos fazer em relação ao online e ao multiplayer. Nós dois achamos que é um conceito divertido e queremos explorar isso mais. Mas, ao mesmo tempo, não queremos que seja entendido como uma mensagem de que estamos abandonando jogos semelhantes aos que criamos até agora. Se tivermos uma ideia interessante, não acho que haja alguma razão para dizermos: ‘não, não faremos mais isso, terminamos com isso’. Então, estamos interessados nos dois sentidos.

Kamiya: Acho que em termos das expectativas dos fãs em relação aos jogos de ação lineares como NieR e Bayonetta, entendemos que temos algum respeito pelos jogos de ação que criamos, e estamos sempre felizes em ouvir isso. Mas não queremos ser rotulados como ‘a empresa de jogos de ação’, queremos ser rotulados como uma empresa interessada em jogabilidade original e divertida.

Em relação a NFTs, tivemos o seguinte comentário:

Inaba: Nós realmente não pensamos nisso. Eu entendo que é um tema quente no momento e está realmente começando a ganhar impulso, mas a maneira como ganhou impulso foi focada na lucratividade da empresa, mas sem impacto positivo nos criadores ou nos usuários em qualquer sentido. Então é frustrante ver isso acontecendo.

As pessoas que estão tentando promover NFTs e fazer parcerias com empresas de jogos, suas conversas parecem extremamente unilaterais. ‘Ei, você vai ganhar dinheiro!’. Mas como isso beneficia o usuário ou o criador? Se eu quiser gastar meu tempo em algo, quero que isso beneficie fazer bons jogos.

À medida que o conteúdo se torna cada vez mais digital, acho que o NFT como conceito ganhará mais importância, mas acho que os primeiros adeptos estão apenas vendo isso como uma maneira de lucrar o máximo possível. Isso não é algo que eu estou interessado em fazer parte, para ser honesto.

Quanto a Konami estar investindo em NFTs, Inaba não se demonstrou surpreso. ‘Na verdade, não. Se cheirar a dinheiro, a Konami estará lá em um piscar de olhos!’, disse.

Confira a entrevista na íntegra no site VGC.