PUBLICIDADE

A SEGA anunciou oficialmente que Sakura Wars será lançado em 28 de abril no Ocidente. O aguardado JRPG da SEGA possui um artigo no PlayStation.Blog que destaca, entre outras coisas, os personagens principais.

Abaixo você confere o trailer de anúncio.

PUBLICIDADE

A seguir você confere um resumo do game, destacado pelo nosso redator Thiago de Alencar Moura, em seu especial dos JRPGs mais aguardados de 2020:

Uma das principais séries de RPG da SEGA, Sakura Wars sofreu um leve reboot com o lançamento do sexto jogo da série principal agora em 2019, o primeiro desde 2005 (sim, também) com o ótimo Sakura Wars: So Long, My Love que só chegaria aqui em 2010 com versões para PS2 e Nintendo Wii.

O jogo que será lançado agora em 2020 é uma completa reimaginação da série. Mantendo a sua tradicional ambientação “steampunk” ( em uma versão do Japão em que mechas se tornaram algo comum nos anos 40), se passando dois anos após os acontecimentos de So Long, My Love e com o fim da Great Demon war finalmente permite que o mundo possa viver em paz, com as unidades Revue servindo para conservá-la intacta.

O jogador assume o controle de Seijuro Kamiyama, um membro da Marinha Imperial Japonesa que passa a servir como o capitão da nova Flower Division da Imperial Combat Revue e precisa lutar contra uma nova invasão demoníaca enquanto participa de um torneio contra outras Combat Revues e precisa encontrar uma forma de manter a sua base de operações funcionando.

Um dos grandes destaques desse jogo é o estelar elenco de desenvolvedores que assumiram papéis de importância na equipe. Liderada pelo diretor da série Takaharu Terada e desenvolvido pelo CS R&D 2, o jogo se valeu de técnicas desenvolvidas para a série Yakuza, trouxe o estúdio Sanzigen para fazer as animações (conhecidos pela série BanG! E que também fez as animações de Fire Emblem: Three Houses), convidou Jiro Ishii (o homem por trás de 428: Shibuya Scramble) para elaborar o cenário e alistou uma série de artistas famosos, em especial Tite Kubo, o mangaká de Bleach, para criar a arte do jogo.

Isso tudo parece ter combinado em uma receita de sucesso. Sakura Wars teve uma ótima recepção no seu lançamento no Japão e pode servir como o ponto de partida para a série voltar a se tornar algo importante para a Sega. Com a série Valkyria Chronicles assumindo o posto de principal vertente para os RPGs de Estratégia da empresa, Sakura Wars acabou mudando bastante e se tornando mais um RPG de Ação, algo que parece ter funcionado muito bem para o jogo e que só aumenta a expectativa para voltar a esse mundo com toda a sua bela arte e trilha sonora.