PUBLICIDADE

A última atualização de PUBG trouxe o aguardado Modo Ranqueado, no qual os jogadores poderão competir entre si e avançar em um ranking global a partir de um sistema único de jogo. Outras novidades da temporada são: mudanças nos coletes, novas possibilidades de uso dos tanques de combustíveis inflamáveis e rebalanceamento de armas.

A atualização 7.2, que já está disponível no servidor de testes, chegará oficialmente aos PCs na próxima quarta-feira (20) e no dia 26 para os consoles. Conheça as principais novidades:

  • Modo Ranqueado: um modo competitivo com um conjunto de regras únicas que possibilita ao jogador participar de um ranking global. Após jogar 5 partidas, o usuário será classificado dentre em uma das 6 categorias (Bronze, Prata, Ouro, Platina, Diamante ou Mestre), podendo transitar entre elas dependendo de seu desempenho nas partidas. Neste modo, apenas 64 jogadores se enfrentam, não há Zonas Vermelhas, itens raros em partidas comuns são mais fáceis de serem encontrados, dentre outras mudanças. Além disso, jogadores do rank Ouro ou acima receberão recompensas exclusivas ao final de cada temporada.
  • Tanque de combustível: o tanque agora pode ser lançado nos inimigos, deixando um rastro de combustível inflamável que pode ser acendido por tiros, explosões ou coquetéis molotov.
  • Mudanças nas shotguns: as armas de curta distância agora oferecem 1.5x mais de dano na cabeça do adversário e 1.05x mais nos braços e pernas. A queda em danos à distância também foi reduzida.
  • Balanceamento de armas: diversas armas como a M16A4 e SCAR-L receberam buffs e ajustes no update 7.2, possibilitando novos estilos de jogo. A M416, assim como alguns dos rifles de assalto mais populares, receberam uma redução no coice e aumento do tempo de recarregamento.

Visando compensar a diferença de habilidades entre veteranos e novatos, a atualização também traz bots para ajudar jogadores iniciantes a aprenderem as mecânicas de PUBG com mais facilidade. Eles, no entanto, não estarão presentes nas partidas ranqueadas.

PUBLICIDADE