PUBLICIDADE

A China e os EUA concordaram em reverter proporcionalmente as tarifas dos produtos uns dos outros em fases, disse um porta-voz do Ministério do Comércio.

A quantidade de alívio tarifário que viria na primeira fase, a ser assinada nas próximas semanas, dependeria do conteúdo desse acordo, disse o porta-voz Gao Feng na quinta-feira, sem dar mais detalhes. Os dois lados tiveram “conversas construtivas” nas últimas duas semanas, disse ele.

Se confirmado pelos EUA, esse entendimento poderia fornecer um roteiro para diminuir a escala de uma guerra comercial que lançou uma sombra sobre a economia mundial. A principal demanda da China desde o início das negociações tem sido a remoção de tarifas punitivas impostas pelo presidente Donald Trump, que agora se aplicam à maioria de suas exportações para os EUA.

Em relação aos videogames, esse aumento das tarifas afetaria seriamente e principalmente a produção dos consoles da próxima geração (além da atual). A preocupação era tanta, que a Sony, Nintendo e Microsoft escreveram uma carta para a administração Trump.

PUBLICIDADE