Control

De acordo com o diretor de comunicações da Remedy Entertainment (de Control), Thomas Puha, fazer um jogo funcionar em duas gerações de consoles completamente diferentes ao mesmo tempo foi “uma merda”.

Conversando com o site IGN, Puha descreveu as lutas que os desenvolvedores enfrentam para levar Control de uma geração para a outra, especialmente quando o estúdio que faz o trabalho é menor e com menos recursos (como a Remedy).

“Sempre que você está neste ponto de troca de geração, para ser franco, é uma merda”, disse Puha. “Você tem que apoiar a geração anterior, certificar-se de que tudo está certo, e então tudo o que você traz para a próxima geração ainda é limitado pelas escolhas que você fez anos atrás para a geração anterior. Não é uma coisa muito realista, que neste jogo antigo vamos apenas refazer tudo e, em seguida, trazê-lo para a próxima geração. Não é bem assim. Não é uma realidade para nós, porque você está literalmente tirando recursos que estão construindo os jogos futuros e melhorando a engine para o futuro”.

Puha continuou, dizendo que é por isso que os jogos de PS5 e Xbox Series agora não parecem tão bons quanto gostaríamos – melhor do que a geração anterior, certamente, mas talvez não exatamente a atualização dramática que as pessoas gostariam de ter.

“Os jogos que serão lançados, as coisas em que estamos trabalhando, a barra visual, você vai ficar maravilhado. E você só precisa olhar para as gerações anteriores. Você olha para algo como Modern Warfare. Não entendo como esse jogo parece tão bom no Xbox One e no PS4. E você terá o mesmo na geração atual. Veremos muitas melhorias”.

Puha destacou que muitos dos problemas com o desenvolvimento de jogos para novas gerações estão relacionados a recursos e ferramentas para desenvolvedores. Ele observou que Control foi originalmente lançado com uma versão de sua engine em agosto de 2019, mas ela foi completamente atualizada para incorporar suporte de última geração – efetivamente quebrando tudo que a Remedy já tinha no lugar.

Os desenvolvedores precisam efetivamente escolher no que desejam trabalhar, disse ele. Mas se quiserem fazer uso total de cada peça da tecnologia de próxima geração para um jogo que está sendo trazido da geração anterior, isso pode levar um tempo que eles estariam gastando para fazer novos jogos.

Winz.io