Tanto o primeiro PlayStation quanto o segundo deixaram marcas nos jogadores pela trilha que tocava ao ligar o console. Ambas introduções são marcantes e o som inicial de abertura trás boas lembranças aos que aproveitaram aquela época.

O canal Nitrocosm Studios no YouTube, através do processo de coletar o código fonte e arquivo da BIOS dos consoles, conseguiu ir a fundo como foi o processo de criação de cada trilha de introdução. Para o PlayStation original, devido às limitações técnicas da época e do pequeno arquivo de 512kb na BIOS, usava apenas 3 arquivos de áudio para formar a música de inicialização do console, sendo que esses arquivos eram executados em tempos e velocidades diferentes. O vídeo abaixo mostra a execução individual de cada trilha e como no fim alcança o som que conhecemos.

Já o PlayStation 2, com uma tecnologia mais avançada, possuía um chip e com um chip de processamento de áudio integrado e com 2mb de memória. Além disso, era possível usar até 48 canais no sistema ADPCM com amostras de até 512kb, que já era o tamanho de toda a BIOS do console anterior e uma grande evolução na época.

O som de inicialização do PS2 era composto de 17 canais, que também eram executados em tempos e velocidades diferentes, para enfim formar o conhecido som do clássico PS2. Há ainda o som de menu do sistema e demais presentes na BIOS, que era executados separados. O vídeo abaixo mostra cada som isolado e o processo de construção posteriormente.