As ações da Sony caíram 13% em Tóquio nesta quarta-feira (19), sua maior queda desde outubro de 2008, depois que a rival do PlayStation, a Microsoft, anunciou um acordo de US$ 69 bilhões para adquirir a Activision Blizzard (via Bloomberg).

A aquisição de grande sucesso aumenta a onda de gastos da Microsoft para garantir propriedades intelectuais para seu serviço Xbox Game Pass, eliminando US$ 20 bilhões da avaliação da Sony em um dia. O esforço para atrair assinantes pagantes com um portfólio esmagador de jogos desafia o modelo tradicional de negócios de consoles da Sony, que depende de títulos exclusivos de alto nível e vendas de hardware. Jogos e serviços de rede respondem por cerca de 30% da receita da Sony.

Isso, no entanto, é simplesmente como o mercado de ações reage a essas notícias importantes. O que é mais interessante nisso é como o futuro será moldado. “A Sony vai lutar para igualar a Microsoft em termos de dinheiro que pode gastar para comprar IP de jogos populares”, disse Kazunori Ito, analista da Morningstar Research. “As ações em queda mostram que os investidores estão preocupados com o fato da Sony não conseguir continuar ganhando se, de fato, a indústria se afastar do modelo baseado em hardware”.