AnálisesDLCPS4

Análise – Shadow of the Tomb Raider – The Forge

Análise

NOME: Shadow of the Tomb Raider - The Forge
FABRICANTE: Eidos Montréal / Crystal Dynamics
PLATAFORMA: ps4
GENERO: Ação / Aventura
DISTRIBUIDORA: Square Enix


LANÇAMENTOS
13/11/2018 13/11/2018 13/11/2018


INFORMAÇÕES ADICIONAIS E SUPORTE
Resolução Máxima: 1080p (PS4) / 2160p (PS4 Pro)
Nº de Jogadores: 1 (2 online)
Troféus
Leaderboards
Espaço necessário: 2 GB
Legendas em PT-BR: Sim
Dublagem em PT-BR: Sim


Shadow of the Tomb Raider foi um ótimo jogo. Gráficos e sons impressionantes, assim como um gameplay divertido que é similar ao dos jogos anteriores. Porém, um aspecto criticado na análise foi a história.

Quando soube que os DLCs que estavam a caminho para Shadow of the Tomb Raider teriam narrativa, já esperava o pior. E, infelizmente, foi exatamente esse o caso. The Forge (A Forja) conta com uma história incrivelmente fraca, mas com uma tumba mais ou menos interessante.

Antes de entrar em detalhes, vamos entender melhor os DLCs de Shadow of the Tomb Raider. O Season Pass do jogo (que custa 91 reais) promete acesso a 7 tumbas de desafio adicionais, além de 7 armas, 7 roupas e 7 habilidades extras. The Forge é o primeiro deles (e que, de forma isolada, custa 15 reais) e oferece 1 tumba extra (A Forja), 1 roupa (Brocken), 1 habilidade (Granadeira) e 1 arma (Ofensa 3-80).

Shadow of the Tomb Raider DLC Forge

O DLC afeta duas áreas do game. Na campanha principal, você terá acesso (infelizmente não sei dizer em que momento, mas provavelmente somente após terminar a campanha) a uma missão extra com narrativa. Nela, Lara reencontrará Abby. Você falará com algumas parentes de Abby, encontrará um mapa e, finalmente, chegará à tumba. Solucione os puzzles e chegue ao final dela. Em todo o processo, você saberá mais sobre a avó de Abby. E é isso. Ao terminar, terá acesso aos itens que mencionamos no parágrafo anterior.

A tumba em si apresenta um desafio um tanto quanto simples e direto. Você notará que precisa usar as flechas de fogo para mover plataformas e, depois, usará a mesma mecânica para subir uma torre central. É um pouco confuso entender o que precisa ser feito nessa parte da torre central, mas logo cai a ficha e em instantes estará concluída.

No menu principal (fora da campanha em si), você pode acessar a tumba de diferentes maneiras: exploração, Time Attack e Score Attack. A exploração é andar pela tumba novamente, solucionando seus puzzles mais uma vez, apenas por diversão. Já o Time Attack é corrida contra o tempo: finalize a tumba o mais rápido que puder. Já no Score Attack você precisa pegar umas chamas coloridas pelo caminho (e destruir uns vasos vermelhos) para receber pontos (o objetivo é sempre manter o “combo”).

Shadow of the Tomb Raider DLC Forge

São modos básicos e que não fogem do esperado, porém há uma adição que vale a pena neste DLC: o cooperativo online. Você pode jogar as três opções descritas no parágrafo anterior com um amigo. O esquema é similar ao cooperativo do Resistência do Rise of the Tomb Raider, ou seja, ambos são Lara Croft em suas sessões e o colega é visto como Abby.

É uma adição bastante válida e esperamos que os próximos DLCs também ofereçam isso. No entanto, a tumba é um tanto quanto curta (com as cutscenes de história, você vai levar cerca de 1h para terminar pela primeira vez), então a experiência cooperativa é bastante limitada nesse sentido. Vale jogar por enquanto apenas para pegar os troféus da PSN. Falando neles, nosso guia foi atualizado.

O modo cooperativo, no entanto, está com um erro bizarro: se você tiver pessoas bloqueadas na PSN, o jogo não permite que você jogue online. Somente ao limpar a lista é possível. A Eidos Montreal já está ciente do erro e consertará via patch, mas foi um inconveniente que ocorreu em nossos testes.

Veredito

The Forge apresenta uma história bem sem graça e uma tumba com desafio um pouco interessante. O modo cooperativo online é uma adição válida e esperamos que os próximos DLCs também ofereçam.

DLC analisado no PS4 Pro com código fornecido pela Square Enix.

50%