AnálisesPS4

Análise – Overcooked! 2

Overcooked! 2 é um jogo cheio de ação, caos, diversão e sabor que se torna melhor ainda acompanhados de amigos.

Análise

NOME: Overcooked! 2
FABRICANTE: Ghost Town Games
PLATAFORMA: ps4
GENERO: Ação
DISTRIBUIDORA: Team17


LANÇAMENTOS
07/08/2018 07/08/2018 Não disponivel


INFORMAÇÕES ADICIONAIS E SUPORTE
Resolução Máxima: 1080p
Nº de Jogadores: 1
Troféus (inclusive platina)
Espaço Necessário: 2,79GB
Dublagem PT-BR: Não
Legendas PT-BR: Não


Poucos jogos casam tão bem caos e diversão quanto o Overcooked! original. O surpreendente sucesso indie veio do nada e soube tocar em uma veia que costuma satisfazer a boa parte dos jogadores: o bom e velho multiplayer local. Se o primeiro era um jogo simples que visava ser frenético e divertido (o que fazia muito bem), Overcooked! 2, lançado para PlayStation 4, busca expandir a fórmula, tornando-a maior e melhor.

Na superfície, Overcooked! 2 mantém a simplicidade característica do jogo original. Há um modo história bastante simples, em que o jogador controla dois chefs de cozinha (utilizando L1 para trocar de chef ou com até mais 3 amigos, local ou online) do Onion Kingdom em uma jornada para saciar o apetite de uma legião de pães mortos-vivos (chamados de ”Unbreads”), criados acidentalmente pelo Onion King usando o Necro-NOMNOM-micon e salvar o reino da destruição.

É tudo bastante bobo e leve, o que acaba servindo a dois propósitos: divertir o jogador com as várias maneiras em que o jogo consegue fazer trocadilhos culinários (o que funciona para relaxar entre as fases) e ensinar as diversas receitas presentes no jogo. De saladas a diferentes tipos de massa, assados, sushis, tortillas, entre outros, o jogador aprenderá a preparar todos os tipos de alimentos enquanto experimenta a narrativa maluca e os desafios cada vez mais insanos que o jogo apresenta dentro das suas 35 fases (com algumas outras sendo destravadas após certos requisitos serem preenchidos).

Existem duas principais novidades que a Ghost Town Games traz para Overcooked 2. A primeira delas é a inclusão de multiplayer online, o que, considerando o quanto jogar com outras pessoas melhora a experiência, permite que mais jogadores experimentem as altas doses de caos que o jogo traz. A outra deve tanto ajudar a aumentar quanto a remediar a insanidade que a cozinha se torna em diversos momentos: agora é possível arremessar alimentos tanto para outro jogadores quanto nas panelas.

Essa nova mecânica de arremesso (e que só se aplica a alimentos frescos) agiliza bastante o processo de preparar os pratos, já que por diversas vezes os ingredientes estão distante das panelas, pratos ou das mesas para serem cortados, e não só existe um limite de tempo em todas as fases, como também muitas delas têm diferentes designs construídos ao redor disso (no meio da rua, com a cozinha sendo dividida por um rio, distribuída entre vários balões de ar, etc).

Em termos de gameplay, Overcooked 2 é muito desafiador e divertido. A premissa base de servir os pratos dentro do tempo, ganhar pontos e gorjetas por isso ou perder o cliente (e pontos) é simples e não parece haver muito segredo na aparente simplicidade de cortar, cozinhar, servir os pratos, jogar fora os resíduos e lavar os pratos para servir novamente, mas isso se torna uma experiência frenética quando confrontado com o cronômetro e clientes impacientes. Demore demais e todo trabalho pode acabar sendo desperdiçado. Perder o controle sobre o tempo dos pratos enquanto tenta adiantar outras partes? Um incêndio se espalha pela cozinha torna o seu trabalho ainda mais difícil. Jogar sozinho e conquistar as três estrelas em todas as fases é insanidade e coordenar com amigos é um desafio por si só (mesmo que a pontuação para três estrelas escale a depender de quantos jogadores estão presentes).

Talvez o único problema que se pode indicar em Overcooked 2 é a relativa falta de conteúdo. Não há um modo de treino, são poucas fases na campanha e não há muito a se fazer após conquistar as três estrelas em todas elas. Por sorte, o jogo traz um modo arcade, no qual o jogador vai em uma fase aleatória com receitas aleatórias, e um modo versus (que também pode ser jogado com qualquer combinação de jogadores locais e online), que adicionam a isso e é sempre legal destravar todos os diferentes chefs disponíveis, mas isso é tudo. Felizmente, “só isso” é uma tonelada de diversão em um pacote simples e consciente de si mesmo.

O belo visual e a trilha sonora muito boa do jogo ajudam a construir a ambientação e solidificam essa noção de um jogo simples e intenso. A maneira como a música se intensifica à medida que o tempo vai acabando acrescenta boas pitadas de adrenalina e o visual cartunesco tornam tudo ainda mais divertido. O jogo também roda à perfeição, sem problemas de framerate ou glitchs visuais, mesmo no PS4 base. O online no geral funciona bem, mas isso parece ser dependente da conexão dos jogadores, então é sempre possível que exista lag e isso pode afetar bastante o gameplay em um jogo tão dependente de harmonia e precisão.

No geral, Overcooked 2 mais do que vale a pena. O jogo foi construído pensando no multiplayer em cada passo, funcionando bem tanto com amigos quanto com outros jogadores online. É um jogo divertido ao extremo, principalmente quando temperado com a presença de amigos no sofá, e que vale cada centavo do investimento.

Veredito

É inegável que Overcooked 2 não revoluciona a receita do jogo original, meramente adicionando alguns novos sabores e inovações que são suficientes para entregar várias horas de diversão e deixar um ótimo sabor na boca do jogador.

Jogo analisado com cópia digital fornecido pela Team17.

90%

2 Comentários

  • Ontem assim que o jogo liberou eu já tava jogando com a minha namorada. A gente adora essa série, zeramos o primeiro umas 5 vezes e já estamos quase zerando o segundo. Espero que lancem umas expansões bacanas, assim como fizeram com o 1.

Deixe uma resposta