AnálisesPS4

Análise – FIFA 19

Análise

NOME: FIFA 19
FABRICANTE: Eletronic Arts
PLATAFORMA: ps4
GENERO: Esporte / Futebol
DISTRIBUIDORA: EA Sports


LANÇAMENTOS
28/09/2018 28/09/2018 Não disponivel


INFORMAÇÕES ADICIONAIS E SUPORTE
Resolução Máxima: 1080p (PS4); 2160p (PS4 Pro)
Nº de Jogadores: 1-2 (2-22 online)
Troféus (inclusive Platina)
Espaço necessário: 39,5 GB
Legendas em PT-BR: Sim
Dublagem em PT-BR: Sim


“Olhugol!!! Olhugol!!! Olhugol!!!” Talvez seja assim a melhor maneira de apresentar o mais novo jogo da franquia, FIFA 19. Além de novidades como a UEFA Champions League e a continuação da história de Alex Hunter, FIFA 19 chega para mostrar melhorias em relação aos últimos jogos e porque realmente acaba sendo o verdadeiro simulador do esporte.

A apresentação do jogo é impecável. A aquisição da licença da UEFA Champions League é tratada com um realismo impressionante ao se iniciar o jogo pela primeira vez onde o jogador irá colocar as mãos no controle de uma partida entre PSG e Juventus.

Desde a entrada dos times em campo até o momento em que a bola rola, o nível dos detalhes é absurdo e, além disso, o trabalho feito para que o jogador tivesse a sensação de estar assistindo ao jogo é algo que chama a atenção dada a sua perfeição.

É possível de se notar uma melhora significante no nível do modelo dos jogadores. Embora essa melhoria tenha ocorrido de um modo geral, é notável que grandes jogadores como Cristiano Ronaldo, Neymar, Messi e Mbappé tiveram um retoque nesse quesito ainda maior.

O destaque também surge aqui para a movimentação dos jogadores dentro do campo. Eles praticamente demonstram ter vida própria no gramado ao se movimentar, gesticular ou até mesmo ao reclamar de algum lance. Se você parte com a bola dominada, ver um companheiro de time tentando encontrar espaço para receber um passe entre os jogadores adversários é normal.

Quando a bola rola, a narração também tem uma parte importante na imersão que o jogo passa. Isso ocorre graças a maneira como tudo é comentado durante a partida, pois caso um jogador perca um pênalti, em algum momento em que ele tocar na bola novamente, um comentário sobre o lance anterior poderá aparecer fazendo com que a narração flua de modo natural.

Cabe lembrar que o jogo em seu todo é localizado em PT-BR, tanto o menu como a sua narração que conta mais uma vez com a voz do apresentador Thiago Leifert e os comentários ficando por conta de Caio Ribeiro.

Se a riqueza de detalhes não ocorresse na parte relacionada à torcida, não seria FIFA. A torcida tem uma parte muito importante no jogo pois ela realmente participa do jogo. Podemos ver os torcedores com os cantos da torcida à plenos pulmões e realmente torcendo quando a câmera foca neles. Em questão de realismo e semelhança à vida real, FIFA 19 conseguiu um gol de bicicleta aos 45 minutos do segundo tempo.

Deixando de lado a apresentação do jogo e indo para a jogabilidade em si, FIFA 19 demonstra que evoluiu em comparação ao jogo anterior. Os passes estão mais precisos e os comandos respondem com uma rapidez impressionante.

Se você passou a bola para o jogador X mas percebeu um jogador em melhor posição de receber a bola e acha que não terá como efetuar o passe, não se preocupe pois ao pressionar o botão antes mesmo da bola chegar ao X fará com que automaticamente ele ache um modo de passar a bola.

Obviamente isso se dá graças à inteligência artificial do jogo. Como já mencionado anteriormente, os jogadores demonstram ter vida própria durante a partida, o modo em que a movimentação dos mesmos é expressa aumenta ainda o realismo do jogo.

Além disso, um novo sistema de chute foi aplicado fazendo com que a precisão ao colocar a bola dentro do gol aumente. Infelizmente, é claro, isso vai demandar um pouco de prática por parte do jogador.

Os modos de jogo são os já conhecidos como The Ultimate Team, partida rápida, Divisões Online, o modo história The Journey e os novos modos dentro do Kick Off e a UEFA Champions League em função da aquisição da licença do campeonato. Embora o modo das divisões online seja o mais divertido, é inegável que o modo The Ultimate Team também acabe tomando espaço dado o fato de você ter que conseguir packs de jogadores através da experiência adquirida ao longo dos jogos e/ou missões a serem cumpridas.

O modo UEFA por sua vez traz todo o campeonato em questão com os times da competição licenciados. Todas as fazes são jogáveis com comentários ao longo do torneio. O modo online traz as divisões a serem alcançadas conforme o jogador progride. Você terá que conseguir um número de pontos a conseguir para só assim ingressar numa divisão acima.

Aqui você pode escolher qualquer time e o jogo cria um balanceamento baseado no número de estrelas do time que você escolheu. Em outras palavras, independente da divisão, se você escolheu um time de 4 estrelas, o jogo procurará por outro jogador online que também escolheu um time de mesmo nível. Isso faz com que a habilidade do jogador se sobressaia ao time escolhido fazendo com que a partida seja justa.

O modo The Journey traz pela primeira vez três histórias diferentes: Alex Hunter agora já firmado como jogador estelar de um grande clube, Kim Hunter, irmã de Alex, que busca se tornar um ícone enquanto batalha com problemas escolar e Danny Williams, jogador da Premier League que busca encontrar paz com os torcedores do time em que joga visto que suas atitudes são um tanto o quanto más vistas.

Tirando o fato de seguir três narrativas diferentes, tudo permanece igual aqui. Serão jogos intercalados com treinos e conversas sobre a vida particular dos jogadores atreladas aos seus altos e baixos dentro do campo. A história é relativamente longa, mas acaba ficando chato pela falta de variedade entre as três narrativas. Ainda por cima, mesmo tendo a possibilidade de escolha entre os diálogos, tais escolhas não demonstram ter um impacto tão grande na história em si.

Por último, o modo Kick Off trouxe algumas novidades bem divertidas, porém estranhas para o jogo. É possível aqui tirar toda e qualquer regra do esporte, podendo então jogar sem medo de levar o seu cartão amarelo em função de um carrinho malvado.

Também é possível jogar o um modo onde o jogador que marca o gol é tirado da partida. Esse é bem peculiar, mas acaba dando um balanceamento interessante se levar em consideração os grandes craques que geralmente jogam na posição de ataque.

Veredito

FIFA 19 é um dos melhores simuladores de futebol. A aquisição da UEFA Champions League foi mais do que necessária e o uso dela em praticamente todos os modos caiu como uma luva. A jogabilidade melhorou, assim como a apresentação do jogo de modo geral. FIFA 19 é um gol de voleio.

Jogo analisado com código fornecido pela desenvolvedora.

89%