O texto abaixo foi publicado no PlayStation.Blog brasileiro.


Olá, pessoal! Temos algumas novidades empolgantes de todos nós aqui na DigixArt: em 14 de abril, o Road 96 chegará ao PlayStation! Escolha sua própria aventura na estrada.

Nessa aventura em que você escolhe seu próprio caminho na estrada, assuma o controle de um grupo de adolescentes fugindo de um país fictício chamado Petria. As coisas estão ficando complicadas no país, e conforme viaja pelo mapa, você encontrará uma combinação bem estranha de pessoas. Algumas vão ajudar na sua fuga, outras, não.

Começamos a desenvolver Road 96 em 2018. Nossa intenção era criar um jogo procedural com uma história com desenrolar diferente para cada jogador. Nosso mantra era “todos seguimos estradas diferentes”. Trabalhamos em vários protótipos de um sistema que fosse capaz de criar uma história única e envolvente, adequada ao gosto pessoal de cada jogador. É por isso que você começa o jogo respondendo algumas perguntas.

A IA usa suas respostas como parâmetros para determinar sua posição inicial, habilidades, dinheiro e (sim) também há um elemento oculto de karma. Ao final dessa primeira sequência, você escolhe como deseja partir. Você vai descobrir que a progressão no sistema de ramificação de eventos não é nem um pouco linear, ela está mais para um grupo de sequências de eventos que a IA escolhe e ajusta, dependendo da sua jornada.

Há vários meios de transporte. Se você gosta de andar, então é claro que vai levar mais tempo para chegar à fronteira. Como o tempo não está parado no verão de 96, após algumas jornadas (entre 6 a 15), você ativará um dos muitos finais, cuja natureza dependerá das suas várias escolhas e comportamento durante as viagens.

Se examinarmos as rotas no mapa de perto, dá para ver que elas nunca são iguais para cada personagem. Essa é a coisa mais legal de um sistema com geração procedural. É quase matematicamente impossível ter o mesmo caminho entre cada um dos seus personagens (o que nos deixa muito felizes).

E graças aos parâmetros diferentes, é quase matematicamente impossível que você trilhe o mesmo caminho que outro jogador. Com muita simplificação e sem considerar todas as variações possíveis em cada sequência, o número de variações seria 60 x 59 x 58…

Como cada sequência pode ocorrer nos desertos do sul ou nas montanhas mais ao norte, tivemos que fazer gráficos diferentes para cada ambiente, além de configurações diferentes para dia e noite, quadruplicando a carga criativa da equipe de arte, que fez um trabalho incrível.

A música também varia se a sequência estiver no começo da jornada de verão ou mais perto do final, com a tensão aumentando pelo país.

Apesar da complexidade, isso era necessário para criar a sensação de liberdade real de se estar na estrada.

O design da narrativa e o roteiro são bem diferentes de uma experiência linear tradicional, mesmo com ramificações. Nunca sabíamos quando e onde os eventos seriam ativados, então, muitos parâmetros tiveram que ser testados para ver se os personagens já tinham sido encontrados, se você já conhecia a história deles e para definir como mostrar mais sobre eles sem revelar certas coisas cedo ou tarde demais. Foi engraçado observar as reações dos jogadores quando eles finalmente entenderam essas grandes revelações da história.

Então sim, todas as decisões que você toma são cruciais e definirão o que acontecerá com você, e, como resultado, com todas as pessoas que você poderá encontrar, já que você tem uma influência na trajetória de vida delas, assim como elas têm na sua. É uma experiência que traz perguntas, algumas bem profundas, e nós adoramos explorar as coisas que podem afetar a vida das pessoas e (talvez) tornar o mundo um lugar um pouco melhor.