A Ubisoft anunciou seus resultados financeiros para o ano fiscal de 2021-22, referente ao período encerrado em 31 de março de 2022.

O CEO da companhia, Yves Guillemot, mencionou que tem havido muita conversa sobre consolidação na indústria e na Ubisoft em particular. A posição geral da Ubisoft é clara e é que eles têm “tudo o que precisam para permanecer independentes”. Eles têm os talentos e a franquia para criar “grande valor nos próximos anos”.

De acordo com Guillemot, a especulação atual coloca à vista o real apelo e valor dos ativos da Ubisoft, e o potencial de criação de valor da empresa. Dito isso, como uma empresa de capital aberto, é prática estabelecida que o conselho analise qualquer oferta no interesse de todos os acionistas e das equipes da Ubisoft.

As três maiores marcas da Ubisoft, Assassin’s Creed, Far Cry e Rainbow Six, entregaram mais de 300 milhões de euros em reservas líquidas, a primeira na história da Ubisoft, refletindo o desempenho estelar de Assassin’s Creed Valhalla, o melhor ano de Far Cry e a expansão do universo de Rainbow Six.

Para 2022-23, a Ubisoft espera retornar a um crescimento significativo da receita bruta. Será impulsionado principalmente por uma lineup diversificada de jogos, incluindo Avatar: Frontiers of Pandora, Mario + Rabbids: Sparks of Hope e Skull & Bones, bem como outros títulos.