Take-Two encerra contrato com People Can Fly e não publicará seu novo jogo

People Can Fly

A desenvolvedora de Outriders, a People Can Fly, anunciou que está encerrando um contrato com a Take-Two, que seria a publisher do jogo com codinome Project Dagger.

Em comunicado publicado em seu próprio site, a People Can Fly revelou que recebeu uma carta da Take-Two detalhando sua “intenção de encerrar o acordo de desenvolvimento e publicação por meio de entendimento mútuo entre as partes”.

A divisão fará com que a People Can Fly retenha os direitos de propriedade intelectual de seu jogo e, portanto, é livre para autopublicar o Project Dagger ou procurar uma outra publisher. A desenvolvedora, no entanto, ainda terá que pagar a Take-Two pelo dinheiro que forneceu para financiar os custos do Project Dagger. Os detalhes deste reembolso ainda não foram determinados e serão organizados dependendo de como o jogo for publicado.

Project Dagger está em desenvolvimento há dois anos no estúdio da People Can Fly em Nova York. Muito pouco se sabe sobre isso, além de que é uma nova IP (propriedade intelectual) de ação e aventura.

Em um comunicado, o CEO da People Can Fly, Sebastian Wojciechowski, disse: “Suponho que nos separaremos em bons termos e não vejo razões pelas quais não poderíamos trabalhar com a Take-Two em algum outro projeto no futuro. Acreditamos firmemente no potencial do Project Dagger e agora estamos comprometidos em continuar seu desenvolvimento dentro de nosso sistema de autopublicação. O jogo ainda está em pré-produção – nossa equipe agora está se concentrando em fechar os loops de combate e migrar da UE4 para a UE5. Tenho consciência de que essa decisão vai agregar investimentos em nós, mas a autopublicação faz parte da nossa estratégia. Claro, não estamos descartando trabalhar com uma nova publisher se isso criar uma oportunidade de negócios atraente”.

A declaração também fornece uma visão geral dos vários outros jogos em produção da People Can Fly. Project Gemini está sendo criado em parceria com a Square Enix, enquanto que os Projects Bifrost e Victoria serão autopublicados pela People Can Fly. Nos estágios iniciais de desenvolvimento do conceito está o Project Red. A desenvolvedora também está trabalhando em dois jogos de realidade virtual: Green Hell VR e um novo projeto baseado em uma IP existente da People Can Fly. A empresa pretende lançar um jogo por ano a partir de 2024, seja por meio de uma publisher ou sozinha.

cassino online Netbet