Marvel’s Spider-Man da Insomniac Games foi originalmente criado para terminar com o herói e o Doutor Octopus lutando por toda a cidade de New York.

O CEO da Insomniac, Ted Price, revelou os planos originais de luta contra o chefe na conferência Develop:Brighton da semana passada pelo GamesIndustry.biz (via IGN). Mas o escopo do final que o estúdio imaginou não poderia ser realizado sem recorrer ao crunch, o que iria contra os objetivos da empresa de aumentar o bem-estar dos funcionários e reduzir o desgaste.

“A tentação é apenas usar a força bruta, baixar a cabeça e correr pela parede de tijolos”, disse Price. “Mas a equipe deu um passo para trás e pensou sobre o que era importante para os jogadores, e isso era o rompimento da relação entre Peter e seu antigo mentor, Doutor Octavius”.

A equipe reduziu suas ambições e Price disse que a decisão não apenas ajudou os desenvolvedores, mas melhorou o jogo em si.

“Eles repensaram a luta e perceberam que não precisavam destruir metade de New York para terminar o relacionamento”, disse Price. “Na verdade, teria funcionado contra o que estávamos buscando. Como resultado, a batalha final é muito mais próxima e pessoal, e tem um impacto emocional muito maior do que o planejado – e se encaixou no tempo que tínhamos”.