A Electronic Arts e a BioWare estão considerando seriamente o uso da Unreal Engine para o próximo jogo da série Mass Effect. Essas informações vêm principalmente de uma lista de empregos da EA para um diretor técnico do novo Mass Effect. Esse post diz que a companhia está procurando candidatos que tenham “experiência com a Unreal Engine [ou superior]”. O site GamesBeat confirmou através de várias fontes que isso ocorre porque tudo está em jogo quando se trata da tecnologia para um novo Mass Effect – e isso inclui potencialmente substituir a engine Frostbite interna da EA pela Unreal.

Vale lembrar que isso não seria algo estranho para a EA. Star Wars Jedi: Fallen Order, da Respawn, usou a Unreal Engine. Mas uma consideração maior é que a EA quer a BioWare armada e pronta para construir um jogo moderno de Mass Effect daqui a alguns anos (após concluir o novo Dragon Age). Isso significa aceitar que a Frostbite pode ficar extremamente desatualizada no momento em que o trabalho começa para valer em Mass Effect.

A BioWare está atualmente trabalhando em Dragon Age 4. Esse jogo ainda está em vias de ser lançado em 2023, a princípio. Isso provavelmente significaria que não veríamos o novo Mass Effect até pelo menos 2025. E mesmo nesse cenário otimista, a Frostbite poderia parecer desgastada e antiga em comparação com algo como a Unreal Engine 5.