O relacionamento entre a WWE e a Take-Two Interactive, empresa dona da 2K Sports, pode estar chegando ao fim, de acordo com o site de luta livre Fightful (via Patreon). E isso pode resultar na mudança de jogos da WWE para uma editora concorrente pela primeira vez.

Várias fontes afirmaram ao site que a WWE teve discussões preliminares com a Electronic Arts sobre trazer a franquia para a empresa.

Visto como um lançamento “tudo ou nada” para a série, há muita coisa acontecendo no lançamento do WWE 2K22 e nas semanas e meses seguintes. O último contrato entre as duas partes foi assinado em 2016 e, embora nenhum detalhe oficial tenha sido divulgado, fontes indicam que foi um acordo de seis anos com opções de prorrogação. Caso o jogo seja bem recebido pelo público e as vendas estejam em torno das expectativas, uma extensão pode acontecer. Caso seja considerado um fracasso, uma mudança para a EA torna-se plausível.

Enquanto as conversas entre a WWE e a EA estão acontecendo há anos, inclusive antes da extensão de 2016, os dois recentemente começaram a falar sobre um acordo já no início de 2021. As fontes dizem que as conversas começaram após a decepção que foi a WWE 2K20 e a recepção morna ao WWE 2K Battlegrounds.