Sea of Thieves

A Rare revelou que a Sony ajudou no port de Sea of Thieves para o PS5.

“Esta é a primeira vez nos 40 anos de história da Rare que estamos desenvolvendo em uma plataforma Sony, o que é incrível”, disse o produtor Joe Neate ao The Guardian. “Foi bastante surreal para nós, receber uma ligação e um conjunto de slides sobre uma plataforma que nunca pensei que teríamos a oportunidade de embarcar. Mas, honestamente, para nossa equipe de tecnologia, foi como: ‘vamos colocar os kits e começar a experimentar e entender isso’. Nós os escondemos em uma parte secreta do estúdio com janelas foscas e ninguém podia espiar. Foi mais emocionante do que qualquer outra coisa”.

De acordo com Neate, a Rare está trabalhando com co-desenvolvedores com experiência no PlayStation, e a própria Sony tem sido extremamente prestativa, realizando ligações regulares e disponibilizando sua própria equipe técnica sempre que necessário – mesmo quando o projeto ainda era ultrassecreto. “Se visitássemos seus estúdios, teríamos que fazê-lo sem usar camisetas de Sea of Thieves, como tenho certeza que você pode imaginar”, diz Neate.

A 11ª temporada do jogo, lançada em janeiro, foi desenvolvida com o conhecimento de que os jogadores do PS5 ingressariam em breve, então o sistema de integração foi revisado. Agora oferece uma jornada pirata muito mais convincente, com desbloqueio de conteúdo em um ritmo mais gerenciável e um quadro de missões mostrando onde encontrar coisas novas que antes estavam escondidas em artefatos ou ícones de mapas.

A Rare também está planejando lançar o chamado “Safer Seas” sem o uso de uma assinatura (acredita-se que no PlayStation não necessite do PS Plus, no caso). No momento, esse modo é basicamente um cooperativo online sem PvP. A novidade que chega em breve seria basicamente você sozinho.

Winz.io