A última edição da Famitsu possui uma matéria sobre o 35º aniversário da série Ys, incluindo a primeira arte conceitual para o próximo jogo e uma entrevista com o presidente da Falcom, Toshiro Kondo.

Ys X

A arte conceitual mostra um Adol de aparência jovem lutando contra uma criatura gigante parecida com um pássaro ao lado de uma mulher empunhando um machado e um escudo. Seus braços estão conectados por uma corda semelhante a uma aura. O ataque também forma um “X”.

Veja os detalhes mais relevantes ​​da entrevista com Kondo:

  • Este será o décima jogo (numerado) na saga Ys;
  • Embora mantenha a jogabilidade suave e emocionante da série, outras áreas estão sendo reexaminadas. E embora não seja exatamente um Soulslike, o desafio é ver se é possível implementar um combate mano a mano em ritmo constante no qual o jogador possa observar os movimentos do inimigo. É um Soulslike com uma sensação mais leve e estilo Ys;
  • Adol tem mais ou menos a idade que tinha em Ys I e II;
  • A história pode se passar fora do Império Romun;
  • Alterar os atributos das armas trocando entre os membros do grupo mudará significativamente;
  • “Embora não possamos dizer plataforma(s) neste momento, queremos que uma ampla gama de jogadores se divirta, e tornar Adol mais jovem pode ter sido para esse propósito. Será lançado enquanto estamos trabalhando em várias plataformas”;
  • Kondo quer jogar títulos Ys lançados anteriormente em plataformas modernas;
  • Fornecer novos elementos de jogabilidade é vital;
  • Sejam cenários, ações ou sistemas, o jogo incorporará algo novo.