De acordo com o site Axios, a PlayStation demitiu mais de 90 funcionários em seus escritórios na América do Norte, pois eliminou vários cargos de vendas e marketing.

A empresa está encerrando sua equipe de “merchandisers” nos EUA. As funções nesse grupo incluíam representantes do PlayStation, cujos trabalhos geralmente envolviam ir a lojas de varejo para prepará-los para vender produtos PlayStation e garantir que os funcionários estivessem informados sobre eles. Também está cortando muitos empregos de marketing de varejo.

Os cortes, feitos em um momento em que o negócio da PlayStation está prosperando para a Sony, foram atribuídos pela liderança a uma “transformação global” das vendas e operações comerciais da empresa.

A mudança sugere uma mudança para o marketing direto ao consumidor e uma diminuição da ênfase nos varejistas e nas vendas de jogos físicos.

A Sony não comentou sobre o assunto.