Assassin’s Creed Odyssey terá a mitologia grega incorporada em sua história. O gameplay divulgado na Gamescom 2018, por exemplo, revela que teremos uma quest com a Medusa (um ser mitológico) como chefe.

Conversando com o site IGN, o diretor Scott Phillips explicou melhor como isso se encaixará na história geral da série. Segundo ele, precisamos nos lembrar dos artefatos da Primeira Civilização. Esses itens podem corromper os humanos comuns em um mecanismo de defesa, como é o caso da Medusa. Alexios e Kassandra são especiais: eles possuem DNA da Primeira Civilização e também têm a lança de Leônidas, que é um artefato. Por causa disso, os dois podem lutar contra esses seres. No caso da Medusa, que torna as pessoas em pedra, Alexios e Kassandra apenas recebem dano.

Mais tarde na entrevista e no gameplay, Kassandra encontra um artefato (a Maçã do Éden), o que a ajuda destruir Medusa. De acordo com Phillips, foi o material da Primeira Civilização que transformou uma pessoa em Medusa. Então, na verdade, a Medusa era um mito que permanecia ao longo das gerações. Sempre que era derrotada, acabava voltando à vida porque outra pessoa interagia com o artefato que ainda existia.

Assassin’s Creed Odyssey será lançado em 5 de outubro para PS4, Xbox One e PC. Veja o vídeo da IGN com a entrevista e o gameplay logo abaixo.