A última edição da Famitsu possui um artigo de 30 páginas sobre a Kojima Productions, devido ao 4º aniversário do estúdio. A matéria também inclui uma entrevista de 5 páginas com Hideo Kojima e Yoji Shinkawa, que conversaram sobre sua história juntos e analisaram o desenvolvimento de Death Stranding.

Na entrevista, Kojima compartilhou que ele não pediu a Shinkawa para trabalhar junto com ele na Kojima Productions, mas Shinkawa naturalmente entrou no estúdio. Eles sempre trabalharam juntos e Shinkawa mencionou que definitivamente quer continuar participando dos projetos de Kojima. Yoshitaka Amano, um de seus mentores, o aconselhou: “você definitivamente deve ficar com Kojima”.

Além disso, na parte final da entrevista, a Famitsu perguntou a Hideo Kojima e Yoji Shinkawa sobre que tipo de projetos eles gostariam de fazer em seguida. Eles mencionaram que gostariam de fazer um mangá juntos. Shinkawa comentou que gosta de poder tocar as coisas diretamente, então um projeto analógico como um mangá seria definitivamente bom. Ele também brincou que hoje em dia está com mais dificuldade de ler por causa de sua visão que está piorando.

Em seguida, eles mencionaram como Death Stranding tem muitas armas diferentes, mas poucos mecha, então Kojima quer fazer algo com mecha para dar algum trabalho de design à Shinkawa. Eles mencionaram como isso poderia ser um projeto de anime, pois é preciso muito trabalho, mas seria um pouco mais fácil do que um projeto de jogo. Kojima também reiterou que deseja fazer filmes, incluindo um filme com os desenhos de Shinkawa. Kojima e Shinkawa também compartilharam o fato de que, embora Death Stranding seja considerado um jogo “estranho”, é muito parecido com o que eles fizeram no passado e, pessoalmente, não o consideram estranho. Na verdade, eles sentem a necessidade de fazer jogos muito mais estranhos.

Em seguida, Kojima afirmou que a Kojima Productions planeja trabalhar em vários projetos de jogos, um dos quais seria um jogo “grande”. No entanto, Kojima também gostaria de tentar fazer jogos menores, como jogos episódicos ou apenas digitais. Ele não tem certeza de que será capaz de gerenciar isso, mas espera poder desenvolver e lançar jogos menores enquanto continua trabalhando em um projeto maior.

Por fim, Kojima terminou a entrevista repetindo o que ele sempre diz, como os jogos e os filmes mudam e se fundem. Ele mencionou como muitos diretores de filmes atuais com mais de 40 anos de idade foram criados com o modo de contar histórias dos jogos. Também mencionou que Oscar Isaac veio recentemente jogar na Kojima Productions e viu o quanto ele respeita os videogames. Em conclusão, Kojima disse basicamente que Death Stranding é provavelmente o jogo que recebeu mais elogios em sua carreira, mas assim como Metal Gear Solid, Boktai ou P.T. teve muitas críticas mistas, então ele ainda tem espaço para melhorar.