Via Twitter, a artista Liah postou uma acusação referente à PS Store. No caso, um avatar que possui uma arte que é de sua criação está sendo vendido na loja da Sony sem sua permissão. O avatar foi produzido pela “Kingdom Media LLC” e “Ember Empire”.

A postagem acusa a Sony de estar realizando a prática ilegal, porém as verdadeiras culpadas são essas duas empresas que colocaram a arte na loja. A Sony possui culpa por manter o produto à venda após a acusação (que ocorreu neste sábado), mas quem deve responder legalmente à artista é a Kingdom Media.

Segundo Liah, sua arte foi postada no site “itch.io”, que é provavelmente onde a Kingdom Media pegou para produzir o avatar. Apesar do roubo, vale citar que Liah permite de forma gratuita o uso comercial da imagem de sua criação para games (vide seu post abaixo). No fim, pode ser apenas um mal entendido (a empresa ter pensado que “games” envolvia os avatares da PSN). Resta aguardar para ver o que será feito pelas empresas envolvidas.