Lionel Messi recentemente venceu pela oitava vez em sua carreira o prêmio Bola de Ouro, e além da premiação, também foi revelado que o futebolista se tornou coproprietário de uma equipe de eSports.

Isso porque, aparentemente, Messi foi convidado por seu amigo e ex-companheiro de seleção argentina, Kun Agüero, para virar sócio da KRÜ Esportes, organização de esportes eletrônicos fundada pelo ex-jogador em 2020.

“Embora pretendamos sempre continuar a crescer e a competir, agora essa motivação aumenta. Sempre acreditamos no nosso projeto, tornamos realidade, conseguimos competir em alto nível em muito pouco tempo e, agora com a incorporação do Leo, temos a certeza que daremos um passo firme para consolidar o nosso projeto”, disse  Agüero em uma entrevista ao TN, um site argentino.

De acordo com o ex-jogador, ele não teve tanto trabalho para convencer Lionel Messi a investir no mercado de eSports, isso porque, a ideia teria amadurecido com o tempo, e o astro argentino também sempre demonstrou bastante interesse pelo setor. Com isso, todo o trâmite para Messi se tornar sócio da KRÜ Esports ocorreu naturalmente.

Atualmente, a KRÜ Esports é uma das equipes que compete no VCT Américas, uma das grandes competições regionais do Valorant, jogo desenvolvido pela Riot Games. Vale destacar, que a KRÜ Esports fez uma temporada e tanto em 2023 e conseguiu uma vaga para disputar o mundial da modalidade, o Valorant Champions.

Segundo Agüero, ele levou muito da gestão de futebol para administrar sua organização de eSports, e em algumas ocasiões, o jogador marca presença nos estúdios onde as partidas são disputadas e realiza lives.

No Brasil, a indústria de eSports está em franco desenvolvimento, possuindo uma legião de fãs que além de acompanharem o cenário competitivo, podem utilizar plataformas para realizar uma aposta em futebol virtual ou em outras modalidades dos esportes eletrônicos. Com isso, esse público fã dos eSports pode conferir as plataformas listadas no apostasesportivas24.com para explorar as possibilidades de apostas em esportes virtuais, com a chance de recorrer a diversas ofertas promocionais que lhe garantem desde saldo extra até apostas gratuitas.

Outros jogadores que possuem organizações de esportes eletrônicos

É relativamente comum que jogadores de futebol diversifiquem uma parcela dos seus ganhos em vários tipos de investimento, já que a carreira como futebolista é um tanto curta, e eles precisam buscar opções para manterem ou aumentarem sua fortuna após a aposentadoria.

Com isso, um número cada vez maior de atletas tem investido no universo dos esportes eletrônicos, formando dessa forma suas próprias organizações, assim como Kun Agüero e Lionel Messi.

Ronaldinho Gaúcho, O Bruxo, é um dos grandes investidores brasileiros do eSports, com sua organização R10 Team. Atualmente, a equipe foca seus esforços no cenário competitivo de FIFA e EA FC 24 – todavia, a organização também possui times montados para disputar torneios de Rainbow Six e Free Fire.

Casemiro, meio-campista do Manchester United e Seleção Brasileira, é outro jogador que também resolveu investir nos esportes eletrônicos. Sua organização é a Case Esportes, que está sediada em Madrid, na Espanha, local onde o jogador atuou por vários anos enquanto defendia o Real Madrid. Por enquanto, a equipe de Casemiro tem disputado competições de Valorant, Counter-Strike e League of Legends, mas o time ainda não disputa os principais campeonatos do cenário competitivo dessas modalidades.

Ex-jogador do Flamengo, Lucas Paquetá, que atualmente defende o West Ham, da Inglaterra, também tem realizado aportes nos esportes eletrônicos. O meio-campista fundou a Paquetá Gaming, que foca seus esforços principalmente no Counter Strike, mas recentemente a equipe informou que passará por uma reestruturação e por conta disso libertou todo o seu elenco de CS.

Winz.io