A desenvolvedora da série Wild Arms, a Media.Vision, tem atualmente cinco novos títulos em desenvolvimento, de acordo com uma matéria sobre o estúdio na última edição da Famitsu.

A Media.Vision também lançou uma conta oficial no Twitter, através da qual planeja compartilhar atualizações sobre novos títulos, informações de recrutamento e muito mais, à medida que se aproxima seu 30º aniversário em 2023. A empresa foi fundada em 1º de março de 1993.

Veja alguns comentários dos funcionários da companhia a seguir.

Takashi Fukushima, presidente da Media.Vision

  • “Ainda me lembro com carinho dos aplausos e parabéns dos executivos da Sony Computer Entertainment quando Crime Crackers chegou a tempo do lançamento do PlayStation [original]”.
  • “Atualmente, estamos trabalhando em cinco títulos, para console e celular, incluindo propriedade intelectual original e externa”.
  • “Também temos coisas com um estilo mais realista em vez do estilo anime”.

Harumi Umezawa, produtor da Media.Vision

  • “Acho que poderemos revelar o título mais avançado em cerca de um ano, mas isso depende da publisher”.
  • “Estamos principalmente procurando recrutar funcionários com experiência em desenvolvimento de jogos de ponta. Isso inclui pessoas com experiência em Unreal Engine, experiência em luz e mais”.

Kentaro Motomura, Gerente Geral da Media.Vision

  • “Estou trabalhando em um título original com criadores que conheço bem do meu trabalho anterior [na Sony Interactive Entertainment]”.
  • “Parece que o mercado de jogos japonês está perdendo seu vigor. Algumas empresas não têm escolha a não ser colocar seus esforços no mercado externo por causa disso”.
  • “Queremos vitalizar o mercado de jogos japonês em primeiro lugar. E, como resultado, criar títulos que sejam amplamente adotados no exterior”.

A revista também apresenta algumas artes dos novos títulos da Media.Vision, incluindo uma mulher com rabo de cavalo, uma área urbana no estilo Tachikawa em chamas e santuários em chamas.