Um filme da Yakuza foi anunciado na semana passada, mas o diretor do Yakuza Studio, Toshihiro Nagoshi, acalmou os temores, garantindo aos fãs que o projeto não irá adiante a menos que ele sinta que é bom o suficiente.

Falando durante uma transmissão ao vivo do Tokyo Game Show 2020 Online (tradução via IGN), Nagoshi confirmou que o próximo filme não é um acordo de licenciamento típico:

Recebemos uma oferta do Ocidente e um filme da Yakuza está em andamento em Hollywood. Num caso como esse, geralmente você tem o lado que quer (licenciar o IP) e o lado que possui o IP, e um negócio tende a ser feito como negócio. Mas, neste caso, deixei claro desde o início que, se o conteúdo em si não fosse bom e eu não concordasse com ele, eu não gostaria de fazê-lo e fui muito franco sobre isso. Eu disse a eles que só vai continuar se for realmente bom. Portanto, é um arranjo um pouco diferente da aliança padrão (licenciamento). Eu não acho que (um filme de Yakuza) seja algo que precisa ser feito por causa disso, então isso só pode acontecer se for bom.