A Techland forneceu novos detalhes sobre seus planos para o futuro de Dying Light 2 Stay Human, incluindo a primeira expansão da história do jogo.

Antes do lançamento, o estúdio disse que pretendia apoiar a sequência de zumbis de mundo aberto com pelo menos cinco anos de conteúdo pós-lançamento. Nesses planos, há duas expansões de histórias pagas, a primeira das quais deve ser lançada em junho, de acordo com um roteiro de conteúdo publicado no início deste ano.

Em uma entrevista com a Game Informer (via VGC), o designer de jogos principal de Dying Light 2 Stay Human, Tymon Smektała, pareceu deixar em aberto a possibilidade de que o DLC da primeira história do jogo não siga os eventos do jogo principal.

Ele disse que o estúdio está atualmente desenvolvendo conteúdo narrativo que ocorre “ao lado dos eventos principais” e espera que isso surpreenda os fãs. “O primeiro DLC de história que prometemos, vi muita especulação online sobre o que será e posso dizer com confiança que eles… não estavam perto de acertar”, disse ele.

Smektała acrescentou: “Em algum momento, vamos realmente começar a adicionar os eventos que aconteceram no final do jogo. Temos algumas ideias. No papel, como estão sendo implementados agora, parece promissor, mas definitivamente será um desafio”.

Ele também sugeriu que alguns dos recursos mais solicitados pelos fãs estão a caminho, incluindo um modo New Game Plus, um Photo Mode e novos níveis de dificuldade. “Essas são definitivamente coisas que estão na mesa atualmente e que estão sendo trabalhadas”, disse ele. “Não quero entrar em muitos detalhes aqui… mas muito em breve, as pessoas começarão a ver essas coisas sendo adicionadas de uma forma ou de outra ao jogo”.