O site americano IGN divulgou há alguns dias uma matéria especial dando maiores detalhes sobre o processo de criação de uma das principais novidades trazidas em Ratchet & Clank: Rift Apart, a nova personagem Rivet, com várias das suas informações sendo retiradas de uma palestra dada pelo Designer Chefe da Insomniac, Mark Stuart, durante a Game Developers Conference chamada “Lombax Lessons: A ‘Ratchet & Clank: Rift Apart’ Design Postmortem”.

Essa matéria trouxe uma série de informações interessantes, como o fato de que Rivet quase se chamou Rachette e Gadget, como foi o processo criativo por trás da personalidade dela e como torná-la distinta do Ratchet e várias outras curiosidades sobre o desenvolvimento. Você pode lê-la, na íntegra e em inglês, clicando aqui.

Ocorre que tanto a matéria quanto a palestra inicial colocavam todo o foco na criação da Rivet em torno do próprio Mark Stuart, minimizando as contribuições que vários outros membros da equipe de desenvolvimento tiveram. Uma delas foi Sam Maggs, então Roteirista Chefe da Insomniac e hoje na Wizards of the Coast, que teve um papel importante na criação da Rivet e se manifestou para contar o seu lado do processo e pintando a palestra do Mark de forma um pouco negativa.

Maggs postou uma longa thread em sua conta pessoal no Twitter, falando que era “perturbador e francamente ofensivo que em momento algum ela foi citada, dado que ela era a roteirista principal e responsável por MUITO desse desenvolvimento”.

Maggs entrou em maiores detalhes sobre como é um grave problema na indústria que desenvolvedores são apagados da narrativa de criação dos títulos quando deixam os estúdios, citando que ela nem mesmo recebeu créditos no jogo mesmo tendo dedicado um ano e meio a ele e tendo criado toda a personalidade da Rivet do zero. Inclusive citando momentos em que Stuart diz que “alguém” deu a ideia da Rivet, sem citá-la por nome, mesmo ela tendo feito parte da equipe de liderança do estúdio por anos.

Além disso, Maggs aponta que a criação de Rivet foi um trabalho coletivo e que isso deveria ser reconhecido, tendo inclusive apontado que o nome “Rivet” foi uma sugestão do programador David Kim. Ela acaba citando que Mark Stuart tinha problemas com ela durante todo o tempo em que ela esteve no projeto, consistentemente tentando sabotá-la, o que faz com que ela não se surpreenda com ele tentando tomar crédito unilateralmente pelo trabalho dela.

Em uma thread separada, outro ex-funcionário da Insomniac, Sol Brennan, confirmou as declarações da Sam Maggs, falando que Rivet teria sido chamada de Ratchette sem ela. Brennan preferiu não entrar em maiores detalhes por “não ser sua história para contar”, mas revelou que a forma como trataram Sam foi a razão de ter pedido demissão no dia seguinte.