Electronic Arts sofre reestruturação; 6% dos funcionários são demitidos

Electronic Arts

De acordo com o site GamesIndustry.biz, a Electronic Arts anunciou que demitirá aproximadamente 6% de sua equipe como parte de um plano de reestruturação que também inclui a otimização de seu portfólio imobiliário e o redirecionamento de seus esforços para oportunidades de crescimento.

O último relatório anual da EA disse que empregava 12.900 pessoas em todo o mundo até o final de março de 2022, sendo portanto que um corte de 6% colocaria o número total de demissões em torno de 775.

Em nota à equipe sobre os cortes, o CEO da EA, Andrew Wilson, enfatizou que a empresa “está operando em uma posição de força” e se concentrará em algumas prioridades estratégicas daqui para frente: construir jogos com grandes comunidades, aproveitando ao máximo aqueles comunidades com ferramentas sociais e de criação e “criação de histórias interativas de grande sucesso”.

“À medida que focamos mais em nosso portfólio, estamos nos afastando de projetos que não contribuem para nossa estratégia, revisando nossa pegada imobiliária e reestruturando algumas de nossas equipes”, disse Wilson. Ele acrescentou: “Esta é a parte mais difícil e estamos trabalhando no processo com o máximo cuidado e respeito. Onde podemos, estamos oferecendo oportunidades para que nossos colegas façam a transição para outros projetos. Onde isso não for possível, estamos oferecendo indenização e benefícios adicionais, como assistência médica e serviços de transição de carreira”.

cassino online Netbet