Falando aos funcionários durante uma reunião interna, uma executiva da EA supostamente atribuiu parte da recepção negativa de Battlefield 2042 ao lançamento surpresa do multiplayer free-to-play de Halo Infinite, que também chegou à Steam na mesma época.

O relato da reunião por Tom Henderson afirma que a EA reconheceu várias razões para as dificuldades de BF2042, mas a noção de que a empresa pode ter atribuído as deficiências de Battlefield 2042 ao sucesso de Halo rapidamente se tornou objeto de repúdio e zombaria na Internet, com diversos sites noticiando isso. A EA diz que a reunião está sendo descaracterizada.

Nas palavras de Tom Henderson, a diretora de operações da EA, Laura Miele, disse na ocasião que as comparações entre os jogos não foram a favor da EA porque “Halo Infinite era um título muito polido enquanto que Battlefield 2042 continha bugs e não era tão polido”.

“Essas histórias não estão capturando com precisão a discussão e o contexto, que foi uma conversa interna profunda e muito humilde sobre o recente lançamento de Battlefield”, disse o vice-presidente de comunicações da EA, John Reseburg, em um comunicado enviado ao PC Gamer. “Foi sobre os principais aprendizados e ações que estamos tomando, não culpando fatores externos”, complementa.