Colin Kaepernick, o ex-Quarterback titular dos San Francisco 49ers que tem se dedicado ao ativismo social após ser, essencialmente, banido da NFL em 2017, irá retornar a liga virtualmente.

Segundo um anúncio da Electronic Arts via Twitter nessa terça-feira, o jogador será uma nova adição ao elenco de jogadores de Madden NFL 21. A EA abriu o seu anúncio dizendo que Kaepernick é “um dos principais agentes livres do futebol americano e um potencial quarterback titular”.

A descrição dada pela desenvolvedora vai direto ao centro dos questionamentos sobre o atleta: Por que nenhum time da NFL contratou Kaepernick desde que ele começou os seus protestos contra a brutalidade da polícia e injustiça racial durante a temporada de 2016 da liga.

“Sabendo que as experiências da EA SPORTS são uma plataforma para os jogadores criarem, nós queremos tornar Madden NFL um lugar que reflete a posição do Colin e o seu talento, o avaliando como um QB titular, e empoderar os fãs para expressarem suas esperanças para o futuro do futebol americano”, disse a EA. “Nós trabalhamos com Colin para tornar isso possível e nós estamos empolgados em trazer isso a vocês hoje.”

Com essa atualização, os jogadores de Madden NFL 21 poderão jogar com Kaepernick em jogos de exibição ou adicioná-lo a qualquer time da NFL no modo Franchise.

Madden NFL 21 foi lançado para PlayStation 4, Windows PC e Xbox One no dia 28 de agosto. Uma versão para PlayStation 5 e Xbox Series S/X será lançada posteriormente. Você pode ler a nossa análise clicando aqui.