Esperava-se que a E3 2022 talvez fosse a primeira vez desde 2019 que o evento fosse realizado presencialmente, já que a pandemia COVID-19 – e suas variantes – tornaram impossível isso nos últimos dois anos. Agora, a organizadora do evento, a Entertainment Software Association (ESA) decidiu continuar usando um formato somente online para a E3 novamente neste ano.

Em declarações ao site GamesBeat (via GameSpot), a ESA disse que a decisão foi tomada devido ao vírus e ao seu “impacto potencial na segurança dos expositores e participantes”. Posteriormente, a organização forneceu o depoimento completo, que você pode ler abaixo:

“Devido aos riscos contínuos para a saúde em torno da COVID-19 e seu impacto potencial na segurança dos expositores e participantes, a E3 não será realizada pessoalmente em 2022. Continuamos incrivelmente entusiasmados com o futuro da E3 e esperamos anunciar mais detalhes em breve”.

É uma preocupação constante para muitas organizações que planejam encontros físicos, o que inicialmente parecia viável, pois as vacinas foram lançadas no ano passado, antes que as taxas de infecção começassem a subir novamente. Como as novas variantes costumam ser mais contagiosas do que a inicial que vimos em 2020, esses encontros podem representar sérios riscos à saúde.

A E3 do ano passado foi bastante dispersa, consistindo em conferências de imprensa independentes de algumas companhias diferentes, uma semana de conteúdo transmitido ao vivo e um portal da web que oferecia muito pouco. Antes dos cancelamentos, grandes companhias como EA e Sony já haviam parado de participar, tornando incerto qual forma a E3 assumirá nos próximos anos.

Atualização:conversas de diferentes fontes de que a ESA já havia abandonado a ideia de fazer um evento físico em novembro de 2021 – antes das variantes se propagarem. Além disso, também é dito que nem mesmo o evento online estaria confirmado. A ESA ainda estaria estudando o que fazer.