God of War: Ragnarok

Ratatoskr se apresenta a Kratos e Atreus em God of War: Ragnarok como um companheiro fofo e animado. Ele sobe em cima de Kratos, vasculha seus pertences como Yoda de Star Wars, e salta para Atreus, onde fica empoleirado em seu braço para explicar quem ele é. Ele é esteticamente deslocado. Existem muitos animais em God of War: Ragnarok, mas Ratatoskr é o único que usa roupas e fala perfeitamente. Ele tem muitas piadas, mas não é um alívio cômico. Ratatoskr é estranho e inesperado, e é exatamente assim que o diretor de Ragnarok, Eric Williams, queria que ele fosse.

“Eu queria esse personagem no jogo”, Williams disse em uma entrevista para a Game Informer. “Eu queria que ele fizesse essas coisas e todo mundo dizia: ‘temos que cortar isso. Temos muitos personagens’. E eu fiquei tipo, ‘Não! Ele vai continuar no jogo.’” Williams queria que o jogo tivesse momentos de leveza para ajudar a compensar o tom sombrio e é por isso que ele colocou o pé no chão para garantir que Ratatoskr permanecesse.

“Aquela cena em que ele aparece? Esse foi o que todo mundo disse, ‘ok, estamos indo longe demais?’”, diz Williams. “Até o diretor musical disse: ‘eu nem sei o que fazer com a música aqui. Isso está muito longe de God of War. Nós nem mesmo temos músicas escritas que ajudarão nisso!’. Eles tiveram que voltar e juntar algumas coisas para isso porque era muito estranho para o que God of War é”. Williams queria ter certeza de que a pessoa que interpretava Ratatoskr seria capaz de fazer uma performance cômica e sabia exatamente quem queria desde o início.

SungWon Cho é um dublador talentoso que apareceu em dezenas de jogos e programas de TV animados, mas ele pode ser mais conhecido na internet por seus esquetes curtos zombando de elementos muito específicos da cultura nerd. “Eu queria que SungWon fizesse a voz dele”, diz Williams. “Um de nossos escritores, Anthony Burch, disse: ‘eu conheço SungWon’, e eu disse, ‘cara – ligue para ele’.” Cho entrou e aprendeu sobre o personagem e Williams perguntou se ele estava interessado em escrever para Ratatoskr também, com o que Cho concordou.

Ao contrário da maioria dos jogadores, ele não ficou muito surpreso com a aparência e o plano de Ratatoskr. “Conceitualmente, não fiquei muito confuso no começo, mas talvez seja porque eu dei voz a muitos animais falantes em minha carreira”, disse Cho.

Em termos de escrita do personagem, Cho trabalhou em Ratatoskr desde o início. “Recebi total liberdade para criar a verdadeira personalidade e voz de Ratatoskr”, escreve Cho. “Antes de me juntar à equipe de roteiristas, a personalidade de Ratatoskr era muito mais parecida com a de Bitter no primeiro jogo, rude e atrevida, mas pensei que seria mais divertido ter o verdadeiro Ratatoskr mais ansioso para agradar, não tipo totalmente confiável que literalmente ejeta aspectos de sua personalidade que considera incômodos. Lembro-me de apresentá-lo quase como um vendedor de carros que quer que você goste dele para que ele possa vender mais carros”.

Cho propôs as personalidades adicionais de Ratatoskr e recebeu uma estrutura para quais informações precisavam ser entregues ao jogador, mas a partir daí ele teve liberdade para desenvolver e escrever para o personagem como quisesse. “A cena de introdução de Ratatoskr permaneceu totalmente inalterada desde a forma como a escrevi, e acho que foi muito importante para estabelecer a personalidade/tom do personagem”, escreve Cho. “Depois que deixei a equipe de roteiristas e meses depois fui gravar as falas, notei que alguns dos meus diálogos ainda estavam, alguns foram alterados e também havia novas falas, mas fiquei impressionado com a forma como tudo se encaixava muito bem na personalidade que eu havia estabelecido para o personagem”.

Cho também forneceu captura de movimento para Ratatoskr. “Foi uma experiência fascinante. Muitas pessoas pensam que literalmente subi nos ombros de Christopher Judge ou algo assim, o que seria absurdo por si só, mas sinto que o processo real foi ainda mais desconcertante”, escreve Cho. “Basicamente, recebi um conjunto de barras na minha frente e uma grande plataforma na qual eu poderia sentar atrás de mim. Em seguida, observei os atores em tempo real enquanto um marionetista movia um Ratatoskr de pelúcia ao redor do corpo de Chris, representava as falas ao vivo e tinha que fazer os movimentos de escalada em pé. Se eu sentasse no ombro de um personagem, eu me sentaria na plataforma atrás de mim. Se eu tivesse que escalar alguma coisa, poderia usar as barras à minha frente para me ‘puxar’ para cima”. Cho basicamente assistiu à versão fantoche de seu personagem e executou as cenas da perspectiva do fantoche. “Definitivamente uma das experiências de atuação mais estranhas, mas divertidas que já tive”, escreve Cho.

Ratatoskr tinha linhas de diálogo e voz no primeiro jogo, fornecidas por Troy Baker (Joel de The Last of Us), mas para a sequência eles queriam mudar o personagem. No contexto do jogo, Ratatoskr separou e quebrou suas personalidades de seu corpo, o que explica por que ele poderia existir no primeiro jogo como uma entidade espectral com uma voz diferente.

Como é de se esperar, nem tudo planejado para Ratatoskr chegou ao jogo final. “Eles me pediram para escrever uma ‘batalha de rap’ no estilo da atividade nórdica de flyting, que é essencialmente uma competição de insultos uns aos outros”, escreve Cho, em relação ao conteúdo Ratatoskr que não chegou à versão final. “Foi entre Ratatoskr e Brok, e fiquei muito feliz com o resultado, mas muitas coisas precisam ser cortadas pelo tempo (ou talvez bobagem)”.

cassino online Netbet