Em um discurso furioso no Twitter, Iain Garner, conhecido pelo jogo Neon Doctrine, explicou sua história ao tentar publicar jogos em um grande console – um que ele diz não ser feito pela Microsoft e nem pela Nintendo. Ele sugere que para conseguir uma visibilidade para um determinado jogo do dono da plataforma, é necessário gastar pelo menos 25 mil dólares. De acordo com dados financeiros verificados pelo site Kotaku, se é da Sony que ele está falando, isso pode chegar a 200 mil dólares.

Sem nomear Sony ou PlayStation, mas praticamente deixando claro que se trata da empresa, Garner detalha como ele achou difícil obter suporte, presença na loja e até descontos no lançamento, ao lançar jogos na plataforma.

“Se a Plataforma X não gostar do seu jogo, sem fanfarra, sem recurso, sem amor”, afirma Garner, depois de afirmar que para receber qualquer atenção, é necessário “pular obstáculos”. Sugerindo que os desenvolvedores “não têm capacidade de gerenciar seus jogos”, ele continua detalhando como a presença de um jogo é baseada na própria avaliação do produto pelo proprietário da plataforma. “Como é feita essa avaliação? Não sei, eles não compartilham isso, nem compartilharão o valor que atribuem ao meu jogo”.

Garner afirma que todos os jogos lançados na loja precisam passar por uma “[verificação de conformidade] incrivelmente difícil, espalhada por 3 gerações de software de back-end”, em seguida, criar um trailer específico para a plataforma, escrever um blog para o site e, em seguida, “enviar múltiplas formas de mídia social”. E mesmo sendo designado um gerente de conta para ajudar com isso se mostra difícil.

Depois de alegar que mesmo ser capaz de lançar com um preço com desconto requer a aprovação do proprietário do console – e mesmo assim é “muito limitado” – Garner passa a fazer a afirmação mais notável. Que tudo isso pode ser contornado pagando um mínimo de 25 mil dólares.