O CEO da Intel alertou que a escassez global de semicondutores provavelmente durará até 2024 (via VGC).

Pat Gelsinger havia dito anteriormente à CNBC que esperava que o problema – que causou problemas de produção e escassez para o PlayStation 5, Xbox Series e placas gráficas – não terminasse até 2023. No entanto, em uma nova entrevista ao Data Check da CNBC, Gelsinger atualizou sua previsão e agora espera que a escassez de chips dure até 2024.

De acordo com Gelsinger, a escassez deve continuar porque as principais ferramentas de fabricação não estão tão prontamente disponíveis quanto o esperado, o que significa que não há chips suficientes para suprir a demanda.

“Isso é parte do motivo pelo qual acreditamos que a escassez geral de semicondutores agora chegará a 2024, a partir de nossas estimativas anteriores em 2023, apenas porque a escassez atingiu equipamentos e algumas dessas rampas de fábrica serão mais desafiadas”, explicou ele.

Anteriormente, a Sony diminuiu a previsão de vendas do PS5 por conta da escassez de semicondutores. Além disso, o ataque da Rússia na Ucrânia interrompeu metade da produção global de neônio para semicondutores.