Ainda estamos a algumas semanas do lançamento de Battlefield 2042, mas a maioria das informações sobre o jogo já foram reveladas e também já pudemos testar um pouco do jogo com o último beta aberto. A Electronic Arts possibilitou ao PSX Brasil conferir antecipadamente via vídeo como será o novo modo Hazard Zone e contamos isso agora.

Hazard Zone

Diferença de muito do que foi especulado, Hazard Zone não será um battle royale para o título ou uma experiência gratuita, mas sim um modo a parte junto dos já revelados Portal e All-out Warfare. Se há como antecipar uma visão para o modo é dizer que parece bastante como uma versão militar de Hunt: Showdown, obviamente sem os monstros.

Hazard Zone consiste em 8 equipes (6 equipes no PS4 e Xbox One) tendo que resgatar informações de satélites que caíram no mapa (qualquer mapa do modo All-out Warfare pode ser usado e com uso das mudanças climáticas), lutar pela posse do drive com as informações com outras equipes e também com inimigos controlados pela IA, achar um ponto de extração e sair do mapa de posse do drive. Faça isso e ganha créditos para usar no Dark Market e comprar ou melhorar seus equipamentos para uma próxima partida. Mas lembre-se, ser eliminado no mapa fará o jogador perder tudo o que conseguiu, sendo necessário a extração de qualquer forma. Entretanto, no máximo 2 squads podem sair com vida do mapa.

Numa espécie de PVPVE, o modo coloca cada esquadrão por si, contra outros esquadrões e IA numa mapa na busca dos pontos de extração do drive e numa corrida de sobrevivência até conseguir extrair esse drive. O modo parece algo meio fora do que realmente Battlefield é e nada tradicional mesmo com as novidades que o jogo já recebeu anteriormente, como o Operations de BF1 e BFV. Aparentemente haverá uma espécie de progresso único e atrelado ao modo específico, mas resta saber o quanto será empolgante para forçar o jogador a entrar numa partida com grande risco de perder tudo, principalmente se for jogar sem comunicação num squad de jogadores aleatórios.

Ainda que seja uma novidade, mesmo os fãs implorando mais por uma experiência mais tradicional e bem polida, pode agradar diversos jogadores que pretendem experimentar Battlefield pela primeira vez ou aqueles que podem vir de outras franquias. De toda forma, difícil ver o modo em si agradar os diversos veteranos da série.

Battlefield 2042 Hazard Zone

Beta Aberto

Sobre o beta liberado ao público e da primeira impressão que tivemos do jogo fora os vídeos e materiais de marketing, há diversos pontos positivos e negativos a apontar. Digamos que a primeira impressão foi melhor do que do beta de Battlefield V, mas isso vem de um jogador que investiu mais de 1000 horas em BF1 e não conseguiu achar todas as mudanças para BFV de forma atrativa.

Battlefield 2042 já acerta em parte no gunplay, principalmente com o TTK (time to kill) e TTD (time to die), criando embates que há chances para os dois lados. Com uma ambientação mais moderna, é de se esperar um combate mais rápido pelas armas e equipamentos avançados, como uma maior velocidade dos projéteis aqui. De toda forma, isso não atrapalha tanto a experiência como um todo como aconteceu em BFV e sua tentativa de um TTK/TTD curto e próximo de um Call of Duty, extremamente acelerado.

O mapa orbital é realmente imenso, mesmo para 128 jogadores, e bastante diversificado para criar inúmeras situações de batalha. A inserção de bots (IA) no início das partidas parece mais uma correção para um matchmaking com problemas e, caso seja apenas para isso e não algo exagerado na versão final do jogo, pode ser algo aceitável até todos os jogadores terem entrado nas partidas. Fora isso, o deslocamento entre objetivos é bem maior que antes e fazer isso para enfrentar bots é algo que atrapalha a diversão como um todo.

Apesar do que tiramos de positivo, os problemas apresentados podem ser profundos demais para prejudicar a experiência do jogo. Battlefield sempre foi conhecido pelo seu combate com foco no teamplay, numa equipe trabalhando para si de forma diversificada e abordando diversas estratégias com isso. Apenas entrar num mapa e sair atirando para pensar depois é algo que nunca fez parte aqui e com outros jogados focados nisso. O sistema de especialistas e a remoção das classes fixas e restrições de cada uma é algo que mina bastante o fator teamplay e aproxima o jogo mais da individualidade.

Cada especialista tem uma habilidade única, mas é apenas o que o difere de outro. Seja escolher entre usar um gancho de locomoção ou um drone de reconhecimento, as demais configurações de equipamentos são livres e o jogador pode montar como desejar. Enquanto isso dá muita liberdade de escolha, também retira do jogo as especialidades de cada classe e suas tarefas únicas no teamplay. Agora pode ser possível um especialista médico, com arma de assalto e lança granadas, lança foguetes e uma seringa de recuperação de vida, abrindo assim uma possibilidade de um pacote único sem necessidade da configuração de uma equipe. A aproximação da individualidade extrema e opções abertas demais cria possibilidades de todos usarem apenas um tipo de arma e gadgets numa única partida, sem muita variação ou busca de mistura de estilos para melhor estratégia.

Problemas como bugs e falhas técnicas podem ser ignoradas no beta na esperança de que isso esteja corrigido até o lançamento, mesmo que o histórico para isso mostre o contrário. Outro problema comum é a falta de distinção visual entre os exércitos e a visão de diversos dos mesmos especialistas em campo, dificultando até uma identificação inicial de amigos e inimigos.

Ferir um dos pilares do que faz Battlefield ser o que é mostra a aproximação da DICE e EA de algo mais aberto e próximo dos concorrentes, ignorando o DNA da franquia e da legião de fãs criada ao longo do tempo. As mudanças no design para BF2042 apresentam um jogo mais individualista e sem muita lógica quanto ao trabalho em equipe, podendo transformar o título apenas num mata-mata de campo aberto, sem qualquer relevância para as estratégias do campo de batalha.

Battlefield 2042 será lançado em 19 de novembro para PS4, PS5, Xbox One, Xbox Series e PC.