AnálisesPS Vita

Root Double -Before Crime * After Days- Xtend Edition

Análise

NOME: Root Double -Before Crime * After Days- Xtend Edition
FABRICANTE: Regista
PLATAFORMA: psvita
GENERO: Visual Novel
DISTRIBUIDORA: Sekai Project


LANÇAMENTOS
13/03/2018 13/03/2018 24/07/2014


INFORMAÇÕES ADICIONAIS E SUPORTE
Resolução Máxima: qHD

Nº de Jogadores: 1

Troféus (inclusive Platina)

DLC

Espaço necessário: 3,38 GB

Disponível na PlayStation Store

Legendas em PT-BR: Não

Dublagem em PT-BR: Não


Root Double -Before Crime * After Days- Xtend Edition é uma das mais novas adições à longa lista de visual novels disponíveis para PlayStation Vita e uma das mais interessantes nos últimos tempos. Desenvolvida pela Regista e publicada pela Sekai Project, Root Double mistura temas, mistérios e viradas interessantes que, juntos, mantêm o jogador grudado pelas longas horas da história.

O jogo se diferencia de muitas outras visual novels ao contar a história não a partir do ponto de vista de um protagonista, mas sim de vários personagens. Logo no começo, o jogador presencia um desastre nuclear em 2030, na cidade de Rokumei City, dentro de uma instalação chamada LABO (Laboratory of Atomic Biological Organizations) que, para evitar maiores consequências fecha-se por completo, sendo então necessário encontrar uma maneira de escapar da instalação.

Para fazê-lo, o jogador pode escolher entre dois protagonistas: o capitão da equipe de resgate, Watase Kasanagi, ou o estudante, Natsushiko Tenkawa. Por meio deles, o jogador passa a conhecer as outras pessoas presas naquele local e a trabalhar em conjunto para deixar a instalação antes que a exposição à radioatividade causada pelo incidente mate a todos ali.

Naturalmente, a escolha por uma das rotas influencia bastante a maneira como o jogador explora a história de RD. O jogo se utiliza de alguns clichês típicos de qualquer história, em especial na rota do Capitão Kasanagi que, convenientemente, sofre de amnésia por alguns motivos que vão sendo revelados aos poucos e permite ao jogador conhecer os personagens através dos olhos dele (o que torna a rota mais simples para se começar). Apesar disso, a estrutura do jogo como um todo permite que qualquer uma das escolhas leve a uma experiência diferente, mas recompensadora.

Em se tratando de uma visual novel, o ponto principal a se considerar é a qualidade do roteiro e, nisso, Root Double é excelente. Como uma boa história de mistério, é fundamental que o jogo consiga te manter tenso e ansioso pelos próximos passos e reviravoltas, o que ele faz com maestria. Por mais que a ambientação ecoe bastante a série Zero Escape, RD faz muito para se diferenciar, mesmo que nem sempre com muito sucesso, não havendo tantos paralelos quanto se imagina à primeira vista.

Outro ponto notório de comparação e que funciona contra RD é a utilização do Eneagrama de Personalidade, popularizado em Zero Escape. Takumi Nakazawa, diretor de Root Double, trabalhou nos roteiros da Infinity Series junto com o criador de ZE, Kotaro Uchikoshi, e muitas das semelhanças de tema e abordagem que RD tem com ambas as séries não favorecem muito a essa visual novel.

Entretanto, a história demora um pouco demais para realmente engatar. Muito disso se dá pelo jogo tratar de vários conceitos científicos complexos (alguns que parecem saídos de teorias conspiratórias bem criativas), o que leva a várias sessões de exposição e apresentação dessas ideias extremamente longas e cansativas pela quantidade de atenção que elas demandam (e esses temas são a parte mais interessante do roteiro).

Definitivamente, este não é o tipo de visual novel leve que o jogador pode jogar sem prestar tanta atenção, seja porque perder essas partes pode gerar muita confusão mais pra frente ou porque o jogo sofre com alguns sérios problemas de ritmo, não sabendo muito bem dosar a maneira como alguns pontos de exposição são colocados, principalmente nos flashbacks que, mais de uma vez, repetem as mesmas coisas várias e várias vezes.

Depois que a história em si engata e o jogador passa a explorar mais esses conceitos e os personagens, ela realmente brilha. Os mistérios e as maneiras como estes são resolvidos são muito satisfatórios, o que é até bem surpreendente considerando alguns dos pontos que o jogo aborda, sendo fácil e prazeroso se deixar envolver pelo mundo futurista e bastante diferente que o jogo apresenta, além dos personagens, seja nos momentos mais tensos ou em cenas mais leves e divertidas.

Infelizmente, em vários momentos as diferentes rotas apresentadas pelo jogo convergem e, se as primeiras delas são bem interessantes e empolgantes, no geral o jogo acaba se repetindo bastante, talvez pela adoção de uma narrativa não-linear, com várias linhas temporais se entrelaçando, o que, se é bastante legal no começo, acaba perdendo o brilho pela falta de habilidade do roteiro em lidar com elas.

A maior diferença que Root Double traz pro gênero é a mecânica chamada Senses Sympathy System, com a qual o jogador influencia a maneira como a história se desenvolve. Por meio dessa mecânica, o jogador atribui um determinado valor de empatia a cada um dos personagens dispostos no eneagrama, distribuindo para eles um dos nove tipos de personalidade, sendo possível alterar esses valores aos poucos. Inicialmente, o sistema parece confuso e pouco intuitivo, mas é uma abordagem diferente e que realmente influencia a maneira como a história flui, pois é com ele que o jogador altera a maneira como o protagonista interage com os demais e, consequentemente, a opinião deles sobre você.

A última parte que é necessária destacar é a arte do jogo. Não há nada de muito especial nela, com uma estética bem semelhante ao que se espera de um anime nos anos 2000, mas a qualidade do desenho dos personagens e dos ambientes e suas animações faz com que tudo fique muito bonito. Não há a opção de dublagem em inglês (e muito menos português), o que acaba funcionando em favor do jogo, já que os dubladores japoneses capturam com primazia as emoções dos diálogos.

No geral, Root Double -Before Crime * After Days- Xtend Edition tem algumas ideias muito boas, seja na história, nos conceitos que a sustentam ou nas mecânicas que influenciam o seu desenrolar, mas que não chega a ser uma obra-prima por uma série de problemas de ritmo e repetitividade, mesmo que ainda seja uma ótima visual novel.

Veredito

Com algumas idéias e reviravoltas tão criativas e complicadas quanto o seu nome, Root Double -Before Crime * After Days- Xtend Edition é uma visual novel com  uma ótima história, muito cativante e divertida e que, apesar dos problemas de ritmo, é uma ótima opção para os fãs do gênero.

Jogo analisado com cópia digital fornecido pela Sekai Project.

85%