AnálisesPS3

[PSN] Terraria

Análise

NOME: [PSN] Terraria
FABRICANTE: Re-Logic
PLATAFORMA: ps3
GENERO: RPG
DISTRIBUIDORA: 505 Games


LANÇAMENTOS
15/05/2013 15/05/2013 Não disponivel


INFORMAÇÕES ADICIONAIS E SUPORTE
Número de jogadores: 1 - 8

Resolução: 720p

Também disponível para o Vita

Cross-play

Preço no lançamento: U$14,99

Tamanho: 48 MB


Desde 2011 no mercado, Terraria só chegou às plataformas da Sony neste ano. Lançado alguns meses atrás para o PS3 e recentemente para o Vita, estas versões contêm algumas novidades e controles bem adaptados. Para os fãs de longa data, talvez não seja convidativo o suficiente, mas para aqueles que desconhecem o game até hoje, eis uma boa oportunidade para experimentá-lo.

Terraria pode ser comparado a um Minecraft 2D e é frequentemente taxado como um “sandbox” sem objetivo. São longas horas gastas cavando buracos ou empilhando tijolos em um mundo que parece ser infinito. Jogadores que não conseguem encontrar um propósito no game tendem a desmerecer todo o potencial que ele carrega. O jogo realmente carece de aspectos como uma narrativa ou objetivos delimitados (a não ser que você conte com os troféus), mas ainda assim ele consegue cativar jogadores pela sua diversidade de conteúdo e principalmente pelo fator exploração.

E Terraria basicamente se resume a explorar e construir, com algumas pequenas doses de desafio nas lutas contra os chefes. Inicialmente o jogador é presenteado com ferramentas básicas, a fim de conseguir o essencial para montar sua casa ou HQ. Com um leque de receitas bem vasto, o jogo permite construir novas ferramentas e utensílios para facilitar a construção e exploração. Após erguer sua casa, provavelmente outras virão e os NPCs começam a ocupá-las. Assim surge o comércio, e, novamente, surgem novos upgrades e maior variedade de itens.

Grande parte dos materiais são encontrados em determinados biomas ou localidades como dungeons ou o inferno, assim como em baús espalhados por estes ambientes. No entanto, alguns são obtidos apenas como recompensa após derrotar um chefe e é aí que talvez esteja o objetivo mais claro do jogo. São 8 chefes ao total e para vencê-los é preciso de uma estratégia sólida e de bastante preparo.

O jogo também conta com um multiplayer coop online e local que deixa o jogo ainda mais divertido e caótico (lembre-se que visitantes podem arruinar sua casa/vila e extrair recursos de seu mundo), além de facilitar a luta contra os chefes. O modo PvP também está disponível em Terraria, mas é bastante problemático quando jogado na PlayStation Network; ele raramente funciona.

Os controles foram muito bem adaptados em relação a versão PC, de forma que o usuário do Dualshock não sentirá falta da precisão do mouse. É possível fazer construções precisas, graças aos sistemas de cursor usando os analógicos. Aliás, é importante que os não familiarizados com os controles passem pelo tutorial do game.

A versão Vita já inclui o mais recente patch da versão PS3 (1.2) que apresenta um multiplayer ainda mais vasto. Esta versão é compatível com a do PS3 no multiplayer – é um jogo cross-play, no entanto não é cross-buy (cada versão é vendida separadamente). Esta atualização trouxe novas receitas, inimigos, itens, entre outras novidades que proporcionam ainda mais variedade ao já gigante universo do game.

Terraria entrega uma progressão extremamente recompensadora e curiosa. Apesar dos visuais e aúdio simples, é no gameplay e em seu vasto conteúdo que o jogador vai encontrar o ponto alto do game. Cavar rumo ao desconhecido e lidar com pequenas surpresas a todo o momento torna este jogo em uma experiência divertida e sempre renovadora. Além de mais um excelente indie no acervo do PS3 e Vita, é um produto acessível a um público variado e de pontecial proporcional a dedicação do jogador.

90%