AnálisesPS3

[PSN] SoulCalibur II HD Online

Análise

NOME: [PSN] SoulCalibur II HD Online
FABRICANTE: Namco / Project Soul
PLATAFORMA: ps3
GENERO: Luta
DISTRIBUIDORA: Namco Bandai


LANÇAMENTOS
20/11/2013 20/11/2013 Não disponivel


INFORMAÇÕES ADICIONAIS E SUPORTE
Resolução: 480p/720p

Nº de Jogadores: 1-2

Espaço necessário: 686 MB

Troféus (inclusive platina)

Headset

Arcade Stick

Leaderboards


Soul Calibur II, lançado há 10 anos para o PlayStation 2, GameCube e Xbox, é considerado um dos melhores jogos de luta da história – tanto pelo seu gameplay dinâmico quanto pelo conteúdo que oferece ao jogador solitário. E sua versão em HD continua com esse mesmo conteúdo, oferecendo aos nostálgicos reviverem suas memórias de uma década atrás e aos que não conhecem a série, terem a chance de fazerem isso.

Antes de avaliar o conteúdo do jogo, é preciso explicar o que é idêntico tanto no aspecto single-player quanto no multiplayer: o gameplay.

Como Soul Calibur já está em sua quinta versão – e ainda por cima com uma versão gratuita em breve chegando (Lost Swords) – é difícil alguém não ter ao menos experimentado uma delas. Porém, caso ainda não tenha o feito, SCII HD Online é uma ótima opção pela qual começar. O gameplay aqui é o mais simples possível da série, sem as barras de especiais de SCV ou a sua armadura quebrando como em SCIV.

Primeiramente temos que falar sobre a movimentação do jogo. Conhecida por “8-way run”, você pode andar em 8 direções diferentes. Para punir o adversário em cada uma delas, há três tipos de ataque: horizontal (pune o adversário que gosta de andar ao seu redor e é rápido), vertical (pune o adversário que gosta de se agachar ou se afastar) e chute (ocasiões mais específicas). Quanto à defesa, há duas opções: o simples botão de defesa e o Guard Impact (GI) que pode ser usado tanto para frente quanto para trás. Usando o GI, você abre a guarda do oponente para poder puni-lo, mas para que isso aconteça o golpe precisa ser defendido no momento certo. É uma técnica mais “avançada” e funciona como o parry do game. É também a única maneira de defender os ataques indefensáveis que cada personagem possui.

Essa breve explicação cobre o núcleo do jogo. Há outros elementos, como o Soul Charge, que muda a prioridade do golpe que você executar após carregá-lo; os agarrões que podem ser executados com o botão de defesa e mais o vertical ou horizontal, justamente para que o oponente adivinhe qual você usou para tentar escapar e assim por diante. O grande charme de SCII HD Online é que ele é rápido (roda a 60 quadros por segundo fixos) e com o aspecto mais simples referente ao gameplay, como pode ser notado. Ou seja, um prato cheio para aqueles que querem retornar às raízes com a série.

O jogo ainda conta com o sistema de “Ring Out”. Porém, ele só acontece se você erguer o oponente, caso contrário isso não acontece. Os cenários também variam em seu formato, desde com paredes ou arenas minúsculas, para deixar cada luta com um dinamismo diferente.

Sabendo os elementos básicos, vamos aos conteúdos oferecidos, que mesmo após 10 anos ainda são muitos.

O jogador solitário tirará bastante proveito de SCII HD Online. Além dos diversos modos já conhecidos em outros títulos de luta, como Arcade, Survival, Time Attack e Training, temos o “Weapon Master”. Esse modo funciona como uma espécie de “Story Mode”. Você escolhe um personagem e avança por diferentes missões específicas – começando por um tutorial do próprio jogo e seguindo por fases com os mais variados objetivos, como vencer somente com Ring Out ou somente quando o oponente cai no chão ele recebe mais dano. Acredite: as variações são grandes. Entre cada missão há uma história sendo contada via texto. É uma pena esse aspecto, do qual lamento desde 2003. É uma história boa que se fosse mostrada via cutscenes ou até mesmo com uma CG como a da abertura, seria de uma qualidade ímpar.

Jogando qualquer modo do jogo, mas principalmente no “Weapon Master”, você receberá ouro. Esse ouro serve para comprar novas armas para os personagens, por exemplo. Cada arma possui um efeito diferente, desde como causar mais dano ou você recuperar vida com ela. Há até mesmo uma arma “brincadeira”, como uma vassoura. Essas armas, além do modo “Weapon Master”, podem ser usadas no modo “Extra”. O modo “Extra” fica presente no menu e é composto justamente dos mesmos modos do “Normal”, ou seja, há um Extra Arcade, Extra Survival, etc.

Conteúdo destravável é algo que não falta em Soul Calibur II HD Online: personagens, armas, cenários, modos, galerias de arte, perfis dos personagens com seus modelos em 3D e outros. Além do conteúdo destravável, vale citar os personagens “visitantes” Heihachi e Spawn. Em 2003, Heihachi era exclusivo do PS2, Spawn do Xbox e Link (da série The Legend of Zelda) do GameCube. Por motivos óbvios, não temos Link, mas pela primeira vez podemos ver Spawn lutando com Heihachi numa mesma arena.

Se estivéssemos em 2003, nossa análise teria sido encerrada aqui e provavelmente teria recebido uma nota 95% ou superior. Mas como estamos em 2013, há elementos novos a ser avaliados. O principal deles é o Online.

Em nossos testes, o online (que é o básico apenas, contando com os modos ranked e player, além dos leaderboards) com estrangeiros é simplesmente impossível. Apesar de a luta acontecer, há muito atraso nas respostas dos comandos, o que fará você apenas se irritar. Com brasileiros, porém, é mais liso e fluente, mas infelizmente há poucos jogando. Em outras palavras, se você conhece amigos que têm o jogo, aproveitará esse modo. Mas se gosta de ir ao online para enfrentar aleatórios, temos péssimas notícias.

Já o outro aspecto são os gráficos em HD e o envelhecimento do jogo. Os cenários, ainda hoje, são muito bonitos. Mas os modelos dos personagens você acaba notando uma falta de detalhes. Em 2003 eram top de linha os detalhes presentes neles, mas em 2013, infelizmente, é bem notável o envelhecimento.

Apesar desses dois pontos negativos mencionados, Soul Calibur II HD Online é uma ótima pedida. Como dito no início da análise, os nostálgicos e os que nunca jogaram podem aproveitá-lo. Os modelos dos personagens podem estar ultrapassados, mas um título de 2003 ainda impressionar com seus cenários é um feito e tanto – ainda mais em HD (720p) e 60 quadros por segundo fixos. Isso sem mencionar sua trilha sonora sensacional e as vozes dos personagens (que infelizmente não é possível colocar em japonês). Jogue e entenda um dos motivos de Soul Calibur ser a série conceituada que é. O outro motivo? Soul Calibur original é um deles, na época do Dreamcast. Mas isso fica para uma outra memória…

Jogo analisado com código fornecido pela Namco Bandai.



— Resumo —


+
HD, 60 quadros por segundo


+
Cenários ainda impressionam


+
Trilha sonora ainda marcante


+
Muito conteúdo para o single-player (Weapon Master, modos “normais” e “extras”)


+
Inúmeros destraváveis


+
Multiplayer local competitivo





Online com estrangeiros; com brasileiros exige uma conexão muito boa





Modelos dos personagens vistos em HD passam uma impressão de ultrapassados

93%