AnálisesPS3

[PSN] PixelJunk 4am

Análise

NOME: [PSN] PixelJunk 4am
FABRICANTE: Q-Games
PLATAFORMA: ps3
GENERO: Musical
DISTRIBUIDORA: Sony Computer Entertainment


LANÇAMENTOS
15/05/2012 15/05/2012 15/05/2012


INFORMAÇÕES ADICIONAIS E SUPORTE
PlayStation Move (obrigatório)

Jogadores: 1 a 2

Troféus


PixelJunk 4am não é um jogo nos moldes do que estamos acostumados. Ele é uma experiência musical, que apenas usa um console de videogame como meio para o seu fim. 4am é um visualizador e compositor de músicas, que exige o PlayStation Move para ser utilizado. Ele não possui objetivos ou metas a serem cumpridas. O seu único propósito é estimular a criatividade do usuário e a sua interação com outras pessoas. 4am cumpre esse objetivo, mesmo que de forma temporária. Ele não é um produto para todos, e a falta de uma comunidade forte atrapalha e muito o seu sucesso.

4am é realmente diferente. O “jogo” (na falta de um termo melhor) oferece uma base musical e você deve usar o Move como um pincel em uma tela para “desenhar” a música e modificá-la como quiser. Cada um dos 4 botões principais do Move representam uma trilha de instrumentos, e cada canto da tela pode ser usado para modificar a trilha. Por exemplo, com o botão quadrado ativo (a esfera do Move sempre representa a trilha ativa), você pode “puxar” versões diferentes da trilha de cada um dos 4 cantos da tela (pressionando o botão Move) e modificar a música, e o mesmo vale para os outros 3 botões. Cada trilha também permite que você crie pequenos efeitos sonoros, através do gesto de “bater” com o Move nas 4 laterais da tela. Cada trilha ou efeito modifica o visualizador na tela, adicionando linhas, formas e cores. As imagens nesta análise representam alguns destes visualizadores.
 

O jogo oferece muitas possíveis combinações de sons, mas nem sempre você consegue fazer o que quer. O tamanho da tela pode ser calibrado sempre que se inicia 4am, e sempre que necessário através do menu de pausa, e isso é essencial para delimitar os cantos e os lados que você vai usar na sua música. Porém, essa delimitação nem sempre funcionou comigo, e muitas vezes eu tentava realizar um gesto várias vezes até que ele fosse reconhecido. Os controles podem então ficar confusos, pois você nem sempre sabe se está no lugar certo para o efeito que deseja. O Move treme quando se chega nas extremidades da tela, mas ainda assim isso não era suficiente para os cantos ficarem mais acessíveis.

Além de permitir que você crie suas músicas, 4am oferece um “modo online” no qual você assiste à performance de outros jogadores. Algumas vezes você encontra pessoas que criam coisas muito boas e você vai querer deixar o videogame ligado só pra ouvir o que elas vão apresentar. Porém, na maioria das vezes o que você vai encontrar é uma cacofonia sem ritmo, de pessoas que estão brincando e não se preocupam com a qualidade, ou realmente não conseguem tê-la. Sem contar que 4am possui uma comunidade muito reduzida, e quando você tentar procurar algum “show” ao vivo, vai encontrar só uma ou outra pessoa disponível. Isso aconteceu comigo inúmeras vezes. O jogo também oferece um visualizador de músicas, similar ao encontrado nativamente no PS3, no qual você importa as músicas que estão no seu HD e elas são representadas visualmente da mesma forma que as músicas que você cria.
 

Falando em online, um dos grandes problemas do jogo é a sua exigência de conexão. Você é obrigado a se logar na PSN para jogar. Caso queira apenas se divertir por um tempo, sem usar a PSN, ou caso esteja sem conexão com a Internet, você não poderá jogar. É uma decisão ruim por parte da desenvolvedora. Penso que seja uma forma de obrigar a comunidade a se desenvolver e aumentar a interação online entre os jogadores, mas isso limita a liberdade de cada um de compartilhar ou não aquilo que faz.
 

PixelJunk 4am é uma experiência interessante, mas talvez um pouco ousada pelo (relativamente) pouco que oferece e que deve ser apreciada por poucos. A obrigatoriedade do online, a falta de precisão do uso do Move e a própria natureza do jogo, que não possui objetivos, o faz ter um público-alvo muito restrito. Nem mesmo um modo multiplayer para 2 jogadores e um conjunto de troféus (básico, sem platina) ajudam. Também senti falta de uma forma de resgatar aquilo que você já criou. O jogo não permite que você salve as suas performances de forma alguma. Eu gostaria que houvesse a opção de exportar toda uma rodada para um arquivo .mp3, por exemplo, para eu poder ouvir novamente depois ou até compartilhar com aqueles que não possuem o jogo. Isso daria uma maior longevidade a 4am, que por enquanto está fazendo pouco para me manter interessado.

 


— Resumo —

+ Experiência diferente
+ Pode ser divertido
+ Visualizador para as músicas do seu HD
+ Algumas performances de outras pessoas são muito boas


Só pode ser jogado online
Controles pouco precisos e que podem ser confusos
Não permite salvar performances
Poucos devem apreciá-lo


70%